Fraudes em recursos do Turismo respingam em Alagoas

A Polícia Federal deve divulgar o nome ou nomes das pessoas envolvidas no esquema de corrupção que levou mais de R$ 400 milhões. O esquema envolve um grupo de empresas que vinham executando contratos por meio de convênios com o Ministério do Turismo e entidades do conhecido Sistema S ( Senai, Senac, Sesc).

Esta operação, denominada Fantoche respingou em Alagoas e o Ministério do Turismo entra no rol dos suspeitos através de seus dirigentes nos últimos anos.Os mandados de busca e apreensão e prisões, objetivando coibir a prática de crimes contra a administração pública, fraudes licitatórias, associação criminosa e lavagem de ativos.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações