Laudos da Braskem: erros grosseiros ou má fé?

A Braskem agora é a bola da vez e sua participação nos estudos do afundamento do bairro do Pinheiro foi desastrosa. Pelo menos é o que disse o geólogo Thales Queiroz durante sua exposição no auditório da Justiça Federal quando divulgou o laudo técnico sobre a região.

Os erros grosseiros apontados pelo CPRM levantaram dúvidas, também, se a empresa não agiu de má fé para mascarar os graves problemas ocasionados pela extração do sal-gema. Agora, além de ser acionada pela prefeitura de Maceió conforme declarou o prefeito Rui Palmeira, a Braskem deve agir rapidamente para resolver a situação dos moradores da região. Quanto mais demorar, pior. Paralelamente, o Ministério Público pede novamente outros bloqueios para garantir que a população não sai do prejuízo.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações