Movimento anti-Renan ganha força em Brasília e senadores articulam chapa para a eleição no Senado

O senador Renan Calheiros é candidatíssimo à presidência do Senado, é forte, mas deve enfrentar um movimento de renovação na Mesa Diretora daquela Casa. Nos últimos dias o senador Tasso Gereissatti, do Ceará, começou a liderar um bloco e namora apoios do Democratas, do PSD e do Podemos. Paralelamente, tenta convencer o major Olímpio, do PSL a não sair candidato para que, juntos, possam derrotar Renan Calheiros.

Para o senador Ataídes Oliveira, do PSDB, do Tocantins, segundo o Estadão, Tasso é o único que pode derrotar Renan nas eleições que acontecerão no dia 1º de fevereiro. Em contra-partida Renan se movimenta com habilidade nos bastidores da instituição e aposta que será novamente presidente. Espera, naturalmente, que o governo de Jair Bolsonaro não venha a intervir na eleição.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações