Blogs


O que esperar de Star Wars – Os últimos Jedi pelo trailer?

Esta postagem é de total responsabilidade do blogueiro.

Desde sexta-feira (15) os fãs de Star Wars estão especulando teorias sobre o novo filme da franquia que estreia em dezembro deste ano. Eu estive na Comic Con Nordeste e assisti ao painel sobre “Star Wars- Os últimos Jedi”, transmitido direto de Orlando, no Estado Unidos, e tivemos pistas jogadas pela atriz Daisy Ridley (Rey).

Quando questionada sobre a jornada da sua personagem, ela disse que o filme falará muito sobre heróis que serão desconstruídos. Não se falou a origem de Rey ou do que Luke estava fazendo naquele planeta. A atriz ainda completou que o longa não mostrará aquilo que os fãs esperam, mas será um grande enredo. As declarações dela se encaixam com o poster, por exemplo.

poster-brazil_v9w6.640

Rey está no meio e é a única que está iluminada, já Luke e Kylo Ren aparecem vermelhos e nas sombras. Esse recurso sempre foi utilizado para colocar os personagens do bem e do mal separados por cores. Estaria Luke servindo ao lado negro agora? Porque somente Rey é iluminada? Isso reforça a declaração de Daisy sobre heróis que serão quebrados.

E agora vamos ao trailer?

Ele começa com o treinamento de Rey e perguntada sobre o que vê, a jovem aprendiz responde: luz, escuridão e equilíbrio. Uma das teorias é que Luke foi ao primeiro templo Jedi e teria conseguido finalmente unir e equilibrar as duas forças do universo. Isso porque, após a resposta da garota, ele responde: “Isso é bem maior”.

Temos a máscara do Kylo Ren destruída. Teria ele desistido de copiar o avô e seguir seu próprio caminho no lado negro da força? Pois assim como Rey, ele foi chamado para terminar seu treinamento, no final de “O Despertar da Força”.

E temos a frase que chocou a todos no final: “É hora dos Jedis, acabarem”, dita por Luke. Entre as especulações, é de que ele estaria tentando fundar uma nova ordem, que não fosse ligada à antiga, pois é muito radical a franquia acabar de vez com a ordem Jedi, pois jogaria o arco principal de todo o universo de Star Wars. O conflito interno de Luke desde o pai, até o sobrinho, poderia ter despertado nele, um lado negro, ao qual ele tentará equilibrar. Afinal de contas, na vida real, temos atitudes boas e ruins, e isso não nos faz necessariamente vilões.

Visualmente o trailer tá lindo com as cenas de explosões e naves que cortam um deserto com areia vermelha. Essa cor também está muito presente em elementos de cena. Basta agora esperar para dezembro deste ano na Comic Con ainda deu tempo de tirar uma selfie com meu amigo BB-8.

IMG_20170413_140627771_HDR[252]


Veja mais


“Coração” de Johnny Hooker pulsará em Maceió no dia 12

Nos anos de 1970 tivemos a invasão baiana na música brasileira com Gil, Caetano e seus Novos Baianos. Nos anos 80 um alagoano chamado Djavan chegava ao mercado nacional. Depois p...

30713050_1771802472841905_3282836532384853324_n

Love Wins, a festa que celebra todas as formas de amor

No meio de tanta intolerância e demonstrações de ódio cada vez mais visíveis, acontece nesta sábado (5) na Boate Ibiza, no bairro do Jaraguá, em Maceió, a edição da Festa...

31239260_366353417210380_7626597964655362048_n

Trilhas sonoros de grandes filmes em novo espetáculo da Filarmônica de Alagoas

O que seriam dos filmes sem suas trilhas sonoras? A entrada de Darth Vader não seria a mesma se a “Marcha Imperial” composta por John Williams , ou a cena de Jack e R...

Pop Boy

Marcos Filipe é jornalista formado pela Universidade Federal de Alagoas e viciado em tudo o que envolve Mídias Sociais, Cinema, Televisão, Música, Literatura e Eventos. Um Geek de carteirinha, ligado em desenho animado e games. Desde 2010 escreve sobre esses assuntos se alimentando todos os dias da mais pura Cultura Pop.

Outros posts de Pop Boy

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>