Blogs


Renan Calheiros: “há um arrastão para desmoralizar homens públicos de bem”

Esta postagem é de total responsabilidade do blogueiro.

Numa crítica direta ao Ministério Público Federal, o senador Renan Calheiros voltou a reagir sobre as acusações que tem sofrido e disse em alto e bom som de que ” há um arrastão para desmoralizar homens públicos de bem”, naturalmente baseados em “insinuações maliciosas, inculpações precárias e acusações débeis”. O líder do PMDB no Senado passou a responder a dezesseis inquéritos na Lava-Jato.

Ao reagir, Renan disse que “denúncias precárias surgem exatamente quando o Congresso se debruça sobre o projeto de lei que pune o abuso de autoridade e busca soluções para a sangria salarial provocada pelos auxílios insconstitucionais auferidos pelos membros do Ministério Público. São iniquidades contra o parlamento”, disparou.


Veja mais


Juiz Marcelo Tadeu anula “atos ilícitos” da 17ª Vara Criminal da Capital e assegura que a lei estadual é inconstitucional

O juiz Marcelo Tadeu, da 12ª Vara Criminal, decidiu pela inconstitucionalidade da 17ª Vara e ainda anulou provas de interceptações telefônicas e outras, em processo que corre ...

Prefeito de Traipu alerta para a morte do Rio São Francisco e diz que transposição só serve para interesses escusos

O prefeito de Traipu, Eduardo Tavares, defendeu uma frente de trabalho para salvar o Rio São Francisco e fez duras críticas sobre a situação caótica do Velho Chico. Na XXXII P...

Delações demolidoras da JBS que serão divulgadas hoje pelo STF, atingem Lula, Dilma, Renan, Serra e outros personagens

O Supremo Tribunal Federal deve liberar, ainda hoje as delações feitas pelos donos da JBS, Joesley e Wesley Batista e, segundo a jornalista Eliane Cantanhêde, de O Estado de Sã...

Blog do Mousinho

Outros posts de Blog do Mousinho

4Comentários

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>