Justiça

Perseguição ao movimento negro altera cultura em Alagoas

Hoje faz 94 anos que foi iniciada a “operação xangô”, também chamada de “quebra de 1912”, quando terreiros e casas de cultos afros do Estado de Alagoas foram destruídos. Nesta tarde, movimentos negros fizeram o primeiro ato para relembrar esse momento histórico, que diferencia a cultura alagoana dos demais Estados.

Comunidades indígenas discutem sistema de saúde em conferência

Cerca de 120 pessoas participam, desde à noite de ontem, na Barra de São Miguel, da III Conferência de Saúde Indígena, que tem por objetivo discutir a assistência dada aos povos indígenas e propostas para a melhoria das condições de vida dessas comunidades que sofrem com a falta de transportes, educação e saúde.

Assistência Social lança Guardião da Cidadania

As secretarias municipal e estadual de Assistência Social implantam hoje, às 9h00n na Associação Comercial, o projeto “Guardião da Cidadania”. O objetivo é promover um esforço conjunto para a retirada de menores e adultos das ruas de Maceió.

"Quebra" de 1912 será discutido em encontro afro alagoano

Um dos episódios mais violentos da história de Alagoas, a “operação xangô” ocorrida em 1912, também conhecida como “quebra” nas casas de cultos afros de Maceió e cidades vizinhas, será discutido no próximo dia primeiro de fevereiro, das 8h às 17h, na Escola Estadual Geraldo Melo, no Tabuleiro do Martins durante o Encontro Afro Alagoano em Educação.

Direitos Humanos nos presídios é discutido em Fórum Estadual

De acordo a coordenadora do projeto, Rose Dalney, o Fórum Estadual pretende promover o diálogo entre os servidores do Sistema Prisional, autoridades e a sociedade em geral. "A nossa proposta é abrir o diálogo quanto os problemas enfrentados pelos profissionais que trabalham de forma direta na ressocialização de presos, que são os agentes penitenciários”, diz.