sexta, 25 de julho de 2014
parcialmente nublado17ºCMaceio
 
Mala direta, Assine!

Cadastre-se e receba nossa mala-direta com os destaques do dia. Muito mais comodidade para voce!

Curta a nossa Fanpage Siga-nos no Twitter Assine o FEED
00:00:00

Notícias

Religião 00h12, 24 de Março de 2013

José, o escravo que sai da prisão para governar o Egito com faraó


Deus transformar o mal em bem e faz com que José seja o senhor da terra em todo o Egito
Deus transformar o mal em bem e faz com que José seja o senhor da terra em todo o Egito

A história de José, um adolescente hebreu que aos 17 anos fora vendido como escravo no Egito e veio a se transformar no segundo homem mais poderoso do país, abaixo apenas do faraó, é o tema da lição da manhã deste domingo na Escola Bíblica (EBD) da Igreja Batista Betel, em Jaraguá. Não só em Betel, mas em todas as igrejas filiadas à Convenção Batista Brasileira, que estão estudando neste trimestre o primeiro livro da Bíblia, Gênesis.

O livro de Gênesis relata a história das sete maiores personagens que marcaram a criação de Deus em seus primórdios. Começa com Adão, a criatura de Deus por excelência; Enoque, aquele que andou com Deus; Noé, aquele que encontrou graça aos olhos de Deus; Abraão, aquele que foi chamado por Deus; Isaque, o filho da promessa de Deus; Jacó, o formador do povo de Deus e, finalmente, José, aquele que deu a este povo expressão e destaque.

José, o penúltimo dos 12 filhos de Jacó, por inveja e ciúmes foi vendido por seus irmãos a mercadores de escravos, em Canaã. Os irmãos o odiavam porque ele contou-lhes dois sonhos nos quais Deus revelara o papel de primazia que exerceria futuramente. O pai também demonstrava preferência por José, o que agravava o ódio entre os irmãos, considerados de natureza má.

Como escravo, no Egito, José tornou-se administrador maior na casa de Potifar, comandante do faraó. Sofreu assédio da mulher do seu senhor; sem culpa, foi lançado na prisão. Lá, Deus fez dele uma espécie de administrador do cárcere, de onde foi elevado da posição de escravo e prisioneiro a governador do Egito ao interpretar dois sonhos de faraó sobre sete anos de fartura seguidos de outros sete de fome.

Deus fazia José prosperar em tudo; transformava o mal em bem! É isto que mostra a lição da EBD de hoje, sob o título “Para preservar vida é que Deus me enviou”. O título é uma referência à ascensão do “senhor da terra”, que em tudo honrava a Deus, como fez ao interpretar os sonhos de faraó e no período de fome que se abateu sobre a terra, com os povos de todo o mundo antigo vindo comprar mantimentos no Egito – e dentre eles seus irmãos.

Planos de Deus

Os irmãos de José precisavam passar por uma lição que viesse a jogá-los por terra para depois colocá-los no nível dos planos de Deus. Eles seriam os patriarcas das futuras tribos de Israel, mas da forma que agiam até então, inclinados para o mal, não estavam habilitados para exercer a promessa divina, feita a Abraão. É aí que vemos a importância de José como mediador.

A lição mostra ainda que Deus tirara José de Canaã para que fosse preservado das atitudes iníquas de seus irmãos e das imoralidades que reinavam naquela terra, assuntos estudados na EBD do dia 17. Seus sonhos sobre primazia, que motivaram sua venda como escravo, foram cumpridos literalmente. Os irmãos se curvaram pelo menos quatro vezes diante dele quando foram comprar alimentos no Egito.

Mas os planos divinos não acabaram por aqui. A lição mostra também que Deus usou a fome rigorosa para reunir a família de Jacó, que teve seu nome mudado para Israel. Eles tiveram permissão do faraó para morar na terra de Gósen, onde se multiplicaram muito. Lá, Deus os preservou sob os cuidados de José, fazendo-os prosperar e se tornar posteriormente uma grande nação.

A EBD, como é mais conhecida a Escola Bíblica nas Igrejas Batistas, é ministrada para adolescentes, jovens, adultos, a família e a comunidade como um todo. É um estudo voltado ao ensino das doutrinas e verdades da Bíblia. Em Betel, as aulas, em classes divididas por faixas etárias e com duração de uma hora, começam às 9h15. A igreja fica situada na Rua Celso Piatti, 521 (Rua do Centro de Convenções).

A extraordinária história de José é relatada por Moisés nos capítulos 37 a 50 do livro de Gênesis.

Fonte: Raimundo Gomes

Leia mais

  • Rita de Cassia25/03/2013 09h33 comentou:
  • Linda história de José, como é lindo os plano de Deus. Temos provas maravilhosas da sua existencia como essa acima referida. Parabén Raimundo Gomes.

Compartilhe

mais opções
Publicidade
Anterior Semana pode ser decisiva para Feliciano nos Direitos Humanos
Próxima Prazo de inscrição no Enem termina nesta segunda
 
© 2005 - 2014, Alagoas 24 Horas | Anuncie
Redação: Avenida Álvaro Calheiros, 342, SL 13 – Blue Shopping – Mangabeiras
contato@alagoas24horas.com.br
Fone/Fax: (82) 3325-2088
id5 soluções web