quinta, 24 de abril de 2014
parcialmente nublado24ºCMaceio
 
Mala direta, Assine!

Cadastre-se e receba nossa mala-direta com os destaques do dia. Muito mais comodidade para voce!

Curta a nossa Fanpage Siga-nos no Twitter Assine o FEED
00:00:00

Notícias

Educação 17h31, 03 de Dezembro de 2013

Calendário escolar de 2014 terá início a partir de 3 de fevereiro


O ano letivo de 2014 para a rede estadual terá início a partir de 3 de fevereiro respeitando os 30 dias de recesso. O diretor de Apoio à Gestão Escolar, Artur Ferreira, informou que durante a primeira fase da Copa e das festividades juninas haverá recesso para todas as escolas da rede no período de 12 a 29 de junho. Se a seleção brasileira for classificada para a segunda fase, as aulas serão interrompidas somente quando houver jogo do Brasil.

As escolas que terminarem o ano letivo 2013 até 30 de dezembro voltarão às aulas no dia 3 de fevereiro de 2014 e as que não terminarem terão o início logo que concluírem - também após os 30 dias de recesso exigido por lei. De acordo com Artur, 100 escolas concluirão até dezembro atendendo a regularidade do calendário. Até janeiro, 200 unidades deverão findar o ano letivo 2013 e o restante encerrarão a partir de fevereiro.

“A minoria das escolas está com o calendário diferenciado; em relação ao ano passado conseguimos ter um avanço significativo na regularização do calendário”, ressaltou. “Existe todo um trabalho sendo feito para reorganizarmos o calendário; criamos alternativas como aulas aos sábados, eliminação de feriados. A previsão é que em 2015 todas estejam com os calendários igualados”,

No período da Copa do Mundo, todas as escolas terão recesso, mesmo aquelas que estão com calendário diferenciado. As determinações que regem o planejamento escolar do próximo ano letivo serão publicadas até o final desta semana, no Diário Oficial do Estado (DOE). “Devemos ajustar o calendário levando em conta as possibilidades dos jogos da Copa do Mundo, para que os estudantes e a programação de conteúdos para o ano letivo não sejam prejudicados. Para isso, recorremos aos acréscimos de dias e à reposição de aulas para cumprimento dos 200 dias letivos, tudo com base na Lei Geral da Copa”, explicou o diretor.

De acordo com a Lei, as unidades de ensino públicas e privadas do país deveriam entrar em recesso durante todo o período de realização da Copa do Mundo de Futebol, sediada no Brasil em 2014. O Ministério da Educação (MEC), no entanto, garantiu às escolas brasileiras a autonomia sobre a construção dos calendários letivos e ficarão isentas da obrigatoriedade, sendo permitido feriados escolares apenas em dias de jogos.

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe

mais opções
Publicidade
Anterior ALE: deputado é acusado de chantagear nova Mesa
Próxima Trabalhadores estavam a 1 km da barragem rompida, diz empresa
 
© 2005 - 2014, Alagoas 24 Horas | Anuncie
Redação: Avenida Álvaro Calheiros, 342, SL 13 – Blue Shopping – Mangabeiras
contato@alagoas24horas.com.br
Fone/Fax: (82) 3325-2088
id5 soluções web