domingo, 26 de outubro de 2014
parcialmente nublado20ºCMaceio
 
Mala direta, Assine!

Cadastre-se e receba nossa mala-direta com os destaques do dia. Muito mais comodidade para voce!

Curta a nossa Fanpage Siga-nos no Twitter Assine o FEED
00:00:00

Notícias

Polícia 10h09, 26 de Maio de 2008

União dos Palmares ‘chora’ morte de universitário


Da Redação
Antonio Aragão/Tribuna União
Johnny Wilter da Silva Pino, 21, foi morto com dois tiros
Johnny Wilter da Silva Pino, 21, foi morto com dois tiros

A morte do estudante universitário Johnny Wilter da Silva Pino, de 21 anos, causou comoção na cidade de União dos Palmares, a 83 quilômetros de Maceió, cidade-natal do jovem e onde a maioria da sua família reside.

Os pais do rapaz, José Cícero e Maria Cicera da Silva Pino, ele comerciante e ela funcionária do INSS, ainda chocados com a tragédia, apresentaram outra versão para o crime: “Johnny estava na garupa de uma moto quando os policiais deram sinal para eles pararem, o condutor do veículo - certamente por medo, quis arrancar, no que meu filho caiu e um policial aproximou-se e o executou sumariamente, mesmo ele implorando por sua vida. Queremos Justiça, pois casos dessa natureza não podem ficar impunes. Iremos às últimas conseqüências, mas esse assassino será punido pela lei”, disse a mãe da vítima.

Uma tia de Johnny disse que quando foi atingido pelos policiais o jovem estava de posse de todos os seus documentos e do seu irmão, que apesar de ser bombeiro formou-se recentemente em jornalismo e fazia, nos dias de folga, estágio em uma rádio de União dos Palmares. “Como a polícia prova que ele atirou, se a arma que pretensamente era utilizada não apareceu? Como o parceiro que conduzia a moto poderia ter jogado a arma fora, se parou adiante? Somos uma família humilde e Johnny foi assassinado friamente. Que polícia é esta?", questionou.

Já existe uma grande movimentação em um site de relacionamento na internet para a realização de um protesto amanhã, pelas ruas de União dos Palmares pedindo Justiça e que os responsáveis pelo crime sejam punidos. O protesto também deverá ocorrer na UFAL e nas ruas de Maceió. Na cidade, há uma comoção generalizada e o clima é de luto. O sepultamento está previsto para o final da tarde desta segunda-feira.

Fonte: Antônio Aragão/Tribuna União

Galeria de Imagens

Leia mais

  • kenedy21/04/2009 22h55 comentou:
  • solidarizo com a familia,procure seu deputado,ou,senador representante do estado e denuncie ou procure o suplente joão caldas que tem em brasília um bom conceito para que não caia no esquecimento.meus pesamos a familia
  • katia16/04/2009 14h56 comentou:
  • Fiquei muito triste ao receber esta notícia, o Jhonny era um menino muito bom, a minha irmã Keylyanne namorou com ele. peço a Deus que a justiça seja feita. apesar de morar em São Paulo tenho União no meu coração.

Compartilhe

mais opções
Publicidade
Anterior Polícia Civil dá início à transferência de presos
Próxima Concursos: Semana terá inscrições para 7,3 mil vagas
 
© 2005 - 2014, Alagoas 24 Horas | Anuncie
Redação: Avenida Álvaro Calheiros, 342, SL 13 – Blue Shopping – Mangabeiras
contato@alagoas24horas.com.br
Fone/Fax: (82) 3325-2088
id5 soluções web