sexta, 29 de agosto de 2014
límpido20ºCMaceio
 
Mala direta, Assine!

Cadastre-se e receba nossa mala-direta com os destaques do dia. Muito mais comodidade para voce!

Curta a nossa Fanpage Siga-nos no Twitter Assine o FEED
00:00:00

Notícias / Interior

Interior 11h53, 27 de Fevereiro de 2009

MP investiga Carnaval em São José da Laje


Odilon Rios - Repórter
Ivan Nunes/Arquivo
Cidade de São José da Laje vive processo eleitoral conturbado
Cidade de São José da Laje vive processo eleitoral conturbado

O Carnaval de São José da Laje virou caso de investigação para o Ministério Público da cidade. Isso porque o promotor Jorge Dória oficiou à Prefeitura pedido para que todos os contratos com os gastos públicos durante a festa sejam entregues ao MP.

Dória também quer, da Prefeitura, os contratos assinados com bandas e os gastos com 20 mil latinhas de cerveja, para uma festa da ressaca marcada para este final de semana, mas suspensa, por determinação do MP. "Se houver irregularidade, o Ministério Público pode abrir uma ação por ato de improbidade administrativa", explicou o promotor.

São José da Laje será uma das cinco cidades em Alagoas com eleições suplementares, marcadas para o dia 15 de março. Isso porque a votação de outubro foi suspensa por irregularidades. No município, dois grupos disputam a Prefeitura: o do ex-prefeito Paulo Roberto, o "Neno da Laje", que apoia Marcos José de Andrade Rocha (PTB), o Marcos do Hospital; e Márcio José da Fonseca Lyra (PP), o Duduí.

Neno da Laje foi indiciado, pela Policia Federal, pelo desvio de dinheiro da merenda escolar, durante a Operação Gabiru, em 2005.

Carnaval

De acordo com o promotor, o Carnaval da Laje foi mantido porque é uma das festas mais tradicionais do interior do Estado. "Mas, a ressaca do Carnaval, marcada para o final de semana foi suspensa porque não é tradição", enfatizou. "Assim como mantivemos a festa do padroeiro da Laje para a próxima semana. Exatamente por ser uma tradição popular".

Jorge Dória disse que, até a próxima semana, vai decidir, com o juiz eleitoral José Braga Neto, se a cidade terá ou não tropas federais para acompanhar a votação suplementar. "Independente disso, pedimos o reforço de policiais militares para as eleições". Na semana passada, cestas básicas foram apreendidas pela Polícia Civil. Elas estavam sendo distribuídas nas ruas.

Leia mais

  • alexandrino14/03/2014 14h03 comentou:
  • eita povo continua votando nos mesmos e por isso que esta acontecendo tudo isso....
  • eleitora15/01/2011 17h01 comentou:
  • sai fora dudui cachaçeiro enche o rabo de pinga e fica mostrando as coisas pros outros deveria ter mais respeito e pagar a quem deve vc não tem moral e nem decênçia para ocupar um cargo desses seu ladrão. FORA DUDUI..

Compartilhe

mais opções
Publicidade
Anterior Carreta com cevada tomba na BR 101
Próxima Luciano assina convênios com entidades filantrópicas
 
© 2005 - 2014, Alagoas 24 Horas | Anuncie
Redação: Avenida Álvaro Calheiros, 342, SL 13 – Blue Shopping – Mangabeiras
contato@alagoas24horas.com.br
Fone/Fax: (82) 3325-2088
id5 soluções web