sabado, 22 de novembro de 2014
parcialmente nublado29ºCMaceio
 
Mala direta, Assine!

Cadastre-se e receba nossa mala-direta com os destaques do dia. Muito mais comodidade para voce!

Curta a nossa Fanpage Siga-nos no Twitter Assine o FEED
00:00:00

Esportes

Esporte 08h25, 13 de Fevereiro de 2014

Tinga é alvo de racismo de torcedores peruanos durante jogo da Libertadores


ESPN
Tinga foi vítima de racismo no Peru, na estreia do Cruzeiro na Libetadores-2014
Tinga foi vítima de racismo no Peru, na estreia do Cruzeiro na Libetadores-2014

O volante cruzeirense Tinga sofreu de um mal pouco comum no futebol sul-americano, mas que vergonhosamente foi registrado durante jogo do Cruzeiro contra o Real Garcilaso, nesta quarta-feira, pela Copa Libertadores.

O veterano entrou no segundo tempo da partida em Huncayo, no Peru, e a cada instante em que pegava na bola os torcedores locais faziam barulhos e imitavam macacos.

"No começo, achei que era um simples vaia, por sem um pouco conhecido aqui, joguei muitas Libertadores. Depois vi que era fascismo, racismo. Fico bem chateado por acontecer uma coisa dessa. Estava focado em tentar virar o jogo, queria dar uma resposta dentro de campo. Joguei tanto tempo na Europa, onde se fala muito disso, joguei quatro anos na Alemanha e nunca vi nada disso. De repente, em um país aqui do lado, com tanta mistura como o nosso país, acontece algo assim", disse Tinga.

O volante pode não ter se lembrado, mas em 2005, em duelo do Campeonato Brasileiro, ele também foi vítima de racismo, enquanto defendia o Internacional em partida com o Juventude, em Caxias do Sul.

Diretor de futebol cruzeirense, Alexandre Mattos, reclamou também de falta de água no vestiário do time visitante e de falta de estrutura no campo em Huncayo e prometeu entrar com uma representação na Conmebol. A entidade que comanda o futebol sul-americano se manifestou por meio do Twitter afirmando que "irá analisar o tema e a possíveis sanções pertinentes" e pedindo tranquilidade aos torcedores do Cruzeiro.

O assunto também foi comentado pelo presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, que não deixou de mostrar seu repúdio ao ocorrido - mas sem deixar de apresentar uma dose de ironia para o time rival.

Racismo na Libertadores?... Me tiraram o prazer da derrota do Cruzeiro. Lamentável!

Fonte: ESPN

Leia mais

Compartilhe

mais opções
Publicidade
Anterior Técnico quer Adriano 'pouco a pouco' e cogita banco na quinta
Próxima Nascido no Brasil, patinador samba com patins de gelo na Rússia; veja vídeo
 
© 2005 - 2014, Alagoas 24 Horas | Anuncie
Redação: Avenida Álvaro Calheiros, 342, SL 13 – Blue Shopping – Mangabeiras
contato@alagoas24horas.com.br
Fone/Fax: (82) 3325-2088
id5 soluções web