Acusado de matar o genro vai a júri nesta sexta em Arapiraca

Caio LoureiroJulgamento de Elias Barbosa dos Santos ocorrerá no Fórum de Arapiraca, a partir das 8h. Foto: Caio Loureiro

Julgamento de Elias Barbosa dos Santos ocorrerá no Fórum de Arapiraca, a partir das 8h. Foto: Caio Loureiro

Dando continuidade às ações do Mês Nacional do Júri, iniciado no último dia 3, em todo o país, o Poder Judiciário de Alagoas realiza, nesta sexta (11), mais dois julgamentos de réus acusados de crimes dolosos contra a vida. As sessões ocorrerão no interior do Estado, nas comarcas de Arapiraca e Porto Real do Colégio.

Em Arapiraca, às 8h, está marcado o júri de Elias Barbosa dos Santos, acusado de matar a tiros o genro, Sandro Barros da Silva, em janeiro de 2011, no sítio Pau Ferro, zona rural do município. A sessão terá à frente o juiz Jandir de Barros Carvalho, titular da 8ª Vara Criminal da Comarca.

Já em Porto Real do Colégio, quem vai a julgamento, às 12h, é o réu José Adenilson Isidório da Silva, acusado de matar a própria esposa, Damiana Pereira da Silva, em julho de 2013, no povoado Canoa de Cima, zona rural do município. De acordo com a denúncia, José Adenilson deflagrou um tiro na cabeça da vítima e depois lhe desferiu diversas facadas. O julgamento será presidido pela juíza Fabíola Melo Feijão.

Mês Nacional do Júri

A ação teve início no dia 3 deste mês e visa julgar réus por crimes dolosos contra a vida, dando preferência a processos que começaram a tramitar até dezembro de 2009, conforme definido pela Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp).

Promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em todo o país, a força-tarefa em Alagoas conta com a participação do Tribunal de Justiça, Corregedoria Geral da Justiça, Ministério Público, Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil, Secretaria de Ressocialização do Estado (Seris) e Polícia Militar.

Até o final deste mês, as varas do Tribunal do Júri da Capital e do Interior deverão julgar 100 processos de homicídio e tentativa de homicídio.

Matérias referentes aos processos nº 0003356-12.2011.8.02 0058 e 0000755-43.2013.8.02.0032

Fonte: TJ/AL

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos