PC prende acusado de matar jovem que negou ter celular durante assalto

Ascom/PCFábio Júnior Lopes, conhecido como “Júnior Orelha”, 30 anos.

Fábio Júnior Lopes, conhecido como “Júnior Orelha”, 30 anos.

A Polícia Civil confirmou no fim da tarde da segunda-feira (16) a prisão de um dos acusados de atirar na estudante Jucielma Isabel dos Santos, de 19 anos, morta durante um assalto em Arapiraca por que não portava um celular no momento do roubo.

O crime aconteceu no dia 11 de janeiro do corrente ano, no bairro Cacimbas, e ontem Fábio Junior Lopes, de 30 anos, conhecido como ‘Junior Orelha’ foi detido, acusado de ser um dos autores do crime.

Na versão da Polícia Civil, Fábio é o autor do disparo que vitimou a jovem. A polícia diz ainda que ele atirou uma vez, mas a arma falhou. Em seguida ele efetuou um segundo disparo que atingiu a jovem no abdome.

“O preso, que o é responsável pelo disparo que tirou a vida da estudante, é frio e durante o crime fez mais de uma tentativa para o projétil sair do revólver e atingir a vítima”, disse o delegado Arthur César dos Santos, que comandou as investigações.

DivulgaçãoRenan da Silva, 19 anos, procurado.

Renan da Silva, 19 anos, procurado.

Durante a prisão de Fábio a polícia fez uma busca em sua residência e encontrou um dos celulares levados na noite do crime de outras vítimas. Fábio Junior foi detido em cumprimento a mandado de prisão expedido pela 8ª Vara Criminal de Arapiraca

O delegado disse ainda que o latrocínio foi esclarecido, e que a Polícia Civil não tem dúvidas, que o autor do disparo que vitimou Jucielma é o “Junior Orelha”.

“As informações recebidas através do Disque Denúncia-181, foram fundamentais para as investigações e localização do acusado. Solicito a quem tiver dados sobre o comparsa de Fábio Junior, identificado como Renan dos Santos Lira deve ligar para o Dique Denúncia-181”, concluiu o delegado.

Relembre o caso
Adolescente morre na Unidade de Emergência após ser baleada na porta de casa

Veja Mais

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *