Seris confirma autor de áudio com ameaças e PC investiga caso

Alagoas 24 Horas / Arquivotraficante

Alagoas 24 Horas

A Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) confirmou, na manhã desta terça-feira (16), que o áudio compartilhado pela rede social WhatsApp de 4 minutos e 34 segundos pertence sim ao detento José Stelio Marques de Souza Nizo. O acusado possui duas entradas no sistema prisional, sendo uma em 2012 por latrocínio ocorrido em Arapiraca e outra em 2015 quando foi preso com uma parte de um bando que planejava a morte de um capitão da Polícia Militar e de um delegado.

Considerado de alta periculosidade, a Seris não descarta ainda possibilidade de transferência do preso para penitenciárias federais. Na gravação, José Stelio faz uma série de ameaças a faccionados rivais  e confessa uma série de homicídios ocorrido em curto espaço de tempo.

Entre as mortes, citadas na gravação, José Stelio fala de um indivíduo identificado como “Binha”, supostamente morto na Favela do Peixe, um outro conhecido como “Rafa” e um terceiro de alcunha “Nando”, no Mutirão 3. Agora, todos os crimes devem ser investigados pela Polícia Civil

No áudio ele também ameaça realizar uma chacina dentro do sistema prisional.

“A Seris confirma que o áudio realmente pertence ao detento. Ele está no Presídio de Segurança Máxima, foi isolado em uma cela e depois encaminhado à Polícia Civil”, informa a assessoria da secretaria.

Como medida preventiva de possível confronto, a segurança foi reforçada nas unidades prisionais citadas no áudio que agora contam com apoio da Polícia Militar.

Veja Mais

Deixe um comentário