PC investiga se guardas agressores têm envolvimento na morte do suspeito

Reprodução

Wanderson Alves dos Santos, detido por danos materiais a uma residência em Branquinha foi encontrado morto no último domingo (3) em um riacho da cidade. De acordo com a Polícia Civil, os guardas municipais que espancaram a vítima são apontados como principais suspeitos do caso.

Em entrevista ao Alagoas 24 Horas, o delegado Sidney Tenório, que está investigando o caso, a confusão – registrada em vídeo por populares – ocorreu no último dia 28 de janeiro e Wanderson sumiu no dia seguinte, sendo encontrado morto no último domingo.

“Após a detenção de Wanderson, ambas as partes foram para a Delegacia Regional de União dos Palmares. Chegando no local, os donos da casa danificada decidiram não representar contra o rapaz e todos foram liberados. Ao chegarem em Branquinha, os guardas municipais informaram que só liberariam Wanderson no outro dia. Porém, desde então, ele desapareceu vindo a ser encontrado morto em um riacho cinco dias depois”, contou o delegado.

Leia também: Guardas municipais são acusados de espancar preso após confusão; assista!

Sidney informou que o Instituto Médico Legal (IML) constatou que no corpo de Wanderson havia um ferimento causado por um disparo de arma de fogo na cabeça.

“Fizemos um contato com o IML e este corpo apresenta um ferimento de bala na cabeça. Ouvimos oito testemunhas e ao que tudo indica, houve um assassinato e os dois guardas são os principais suspeitos”, disse.

Em vídeos divulgados nas redes sociais, é possível perceber que Wanderson estava sob efeito de álcool quando atirou pedras na porta de uma casa. Em seguida, um homem impediu a vítima de continuar com a ação destrutiva. Em uma outra gravação, é registrada a chegada de dois guardas municipais, que prendem o indivíduo e desferem diversos golpes.

O delegado informou ainda que oito testemunhas já foram ouvidas e que apenas os dois guardas municipais não prestaram depoimento, o que deve acontecer em breve.

Delegado especial

O delegado-geral da Polícia Civil de Alagoas, Paulo Cerqueira, designou, na manhã desta quinta-feira (7), o delegado regional de União dos Palmares, Valter Nascimento, para apurar a morte do jovem em Branquinha, agredido por guardas municipais.

Valter Nascimento trabalhará em conjunto com o delegado do município de Branquinha, Sidney Tenório, que já deu início as investigações. A portaria designando o delegado regional de União dos Palmares deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), na sexta-feira (08).

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *