Homem soca e chuta ancião até a morte no interior de AL; câmeras flagram crime

Reprodução

Câmeras flagram ancião sendo morto a socos e chutes no interior de Alagoas

Um crime brutal foi registrado na madrugada desta quinta-feira (25) na cidade de Olho D’Água das Flores, a 197 quilômetros da capital alagoana, no sertão do Estado. De acordo com informações do 7º BPM, várias equipes estão nas ruas em busca do assassino.

O vídeo, que em respeito ao nosso leitor não será publicado na sua integralidade, mostra o momento em que o assassino chego ao local onde a vítima estava por volta das 3h30 de hoje acompanhado de uma mulher, em uma motocicleta. O assassino desce, avança contra o ancião e começa a golpeá-lo, sem qualquer discussão prévia.

As agressões são assistidas por outro homem, que parece estar uniformizado, e ainda tenta argumentar com o assassino. O ancião, que teria 70 anos, cai e segue sendo agredido até desfalecer. A companheira do assassino acompanha as agressões do outro lado da rua, fora do ângulo da câmera, até que ele para e sobe na motocicleta para ir embora, seguido dela.

Assim que o agressor deixa o local várias pessoas se aproximam da vítima, que ainda está agonizando. Todos parecem atordoados e não tomam nenhuma medida efetiva para ajudar o ancião. Três minutos após a primeira agressão, o assassino volta ao local, ainda acompanhado da mulher, e retoma as agressões à vítima com chutes e socos até a sua morte.

O vídeo chocante e de uma brutalidade incomum foi disponibilizado pelo filho da vítima, que afirma que o assassino é da cidade de Senador Rui Palmeira. A reportagem do Alagoas 24 horas entrou em contato com a Delegacia Regional de Santana do Ipanema, que informou que o caso será investigado pelo delegado Emanuel Davi. Nem a delegacia nem o Grupamento de Polícia Militar de Olho D’Água das Flores atenderam às nossas ligações.

O comandante do 7º BPM disse que o homicídio ocorreu na região central da cidade e que o assassino já foi identificado, sendo mobilizado todo efetivo para prendê-lo. A vítima foi identificada previamente como Gildo Maximino de Carvalho, de 71 anos.

 

Veja Mais

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *