HGE diz que é grave estado de saúde de comerciante que fingiu estar morto

O Hospital Geral do Estado (HGE) informou, na tarde desta terça-feira, 20, que é considerado grave o estado de saúde de Valcir Leite Tenório, de 38 anos, que fingiu estar morto para não ser assassinado após ser esfaqueado e queimado em Coruripe.

De acordo com o boletim médico da unidade hospitalar, a vítima deu entrada no HGE por volta das 15h25 com queimaduras de segundo grau no dorso, pernas e braços. Além disso, ele apresenta marcas de objeto perfuro cortante na região da cervical.

O estado de saúde é considerado grave e ele segue sob os cuidados da equipe multidisciplinar da Área Vermelha Trauma.

Valcir Leite foi encontrado na manhã desta terça-feira, 20, por moradores do Povoado Pindorama, em Coruripe, com diversos ferimentos pelo corpo. Informações extraoficiais dão conta que elementos armados teriam emparelhado uma motocicleta com o veículo da vítima e a obrigado a parar a caminhonete S10.

Após obedecer as ordens dos criminosos, Valcir teria sido espancado e esfaqueado. Ele teria fingido estar
morto para se livrar dos criminosos, que inclusive atearam fogo ao veículo com ele no interior. A vítima conseguiu sair do carro e pedir socorro a moradores da região.

Depois que foi encontrado, Valcir Leite foi levado à Unidade de Pronto Atendimento de Coruripe, mas devido à gravidade dos ferimentos foi transferido para o HGE.

Equipes do 11º BPM estiveram no local e realizaram os primeiros levantamentos sobre o caso.

 

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *