PM confirma identidades de presos em operação contra esquema de fraudes no Interior

No total, quatro pessoas foram presas durante ação do MPAL nos municípios de Taquarana e Arapiraca

Operação Avati do Ministério Público (Ascom/MPE)

A Polícia Militar confirmou as identidades das quatro pessoas presas durante a operação desencadeada pelos Ministérios Públicos da Bahia e de Alagoas, nos municípios de Taquarana e Arapiraca, no Interior de Alagoas., nesta quinta-feira, 12. Apenas um dos presos era alvo de mandado, enquanto os outros foram flagrados com armas de fogo e autuados em flagrante.

De acordo com relatório do 3º BPM, Cristiano Ricardo da Silva, de 38 anos, Pedro Afonso de Almeida, de 56 anos, e Adriano Venâncio da Silva, de 46 anos, foram localizados pelas guarnições Pelopes, Rocam e Canil, durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pela 17° Vara Criminal da capital dentro da  operação Avati (milho, em tupi-guarani), que tinha o intuito de desbaratar uma organização criminosa envolvida em esquema de fraudes e sonegação de impostos, especialmente ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Leia Também: Operação Avati: MP/AL cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão no Agreste; vídeo!

Eles foram localizados em suas residências, onde foram encontrados um revólver calibre 38 e duas espingardas calibre 12. O revólver estava escondido dentro do congelador de Adriano Venâncio. 34 cartuchos de calibre 12 também foram encontrados com os suspeitos.

Os presos, juntamente com o material apreendido, e com o quarto preso – alvo da operação, Lindomar Veloso, residente em Luiz Eduardo Magalhães (BA) – foram conduzidos para o 64º Distrito Policial, em Palmeira dos Índios, no Agreste do Estado, onde eles foram autuados pelos flagrantes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

Operação Avati do Ministério Público (Ascom/MPE)

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *