Mais de 60 toneladas de óleo são recolhidas em praias alagoanas

Alagoas Ambiental

O óleo, que atingiu pelo menos 10 cidades do litoral alagoano, foi coletado e entregue, esta semana, a Alagoas Ambiental. De acordo com informações da empresa, a Central de Tratamento de Resíduos (CTR), unidade localizada na cidade de Pilar, já contabilizou o recolhimento de 61 toneladas de óleo apenas em Alagoas.

Informações repassadas pelo engenheiro Marnes Gomes, gerente de operações da Alagoas Ambiental, dão conta que o material  é resíduo de Classe 1, a mesma classificação dada a produtos de origem industrial. “Tudo o que for coletado será depositado na célula que temos para esse tipo de resíduo. É um galpão coberto, com cinco camadas de proteção no solo, o que impede o vazamento de qualquer substância para o lençol freático”, explicou.

Resíduos de Classe 1 são considerados periculosos, por suas características de inflamabilidade, toxicidade, corrosividade ou reatividade, portanto são os que possuem maior risco ao ambiente. A empresa esclarece que ao chegar ao local, o material é agrupado e, quando atingir o limite de armazenamento, é selado e completamente vedado para decomposição, sendo a forma mais eficiente no tratamento desse tipo de resíduo.

O transporte do material foi intermediado pela Secretaria do Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh). Ainda conforme dados da empresa, para realizar o recolhimento do material, as prefeituras precisam informar ao Governo do Estado a necessidade de recolhimento do material. Com isto, o cronograma será repassado para a Alagoas Ambiental. Nessa sexta-feira, foram recolhidos resíduos de Feliz Deserto, Piaçabuçu e Coruripe.

Leia também:  Manchas de óleo voltam a atingir praias no litoral alagoano

Novas manchas de óleo

Instituto Biota de Conservação

Neste sábado, 12, novas manchas de óleo foram registradas na praia Bonita, na Barra de São Miguel, litoral sul de Alagoas. Em um vídeo divulgado nas redes sociais é possível observar duas manchas de óleos no mar.

Segundo informações do Instituto Biota de Conservação,  os voluntários continuam monitorando as praias do litoral sul. Já foram encontradas sete tartarugas marinhas mortas, uma oleada e uma desova apenas no trecho que compreende a Praia do Gunga, em Roteiro, e Jequiá da Praia.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *