Na Semana Nacional de Ciências e Tecnologia, Câmara Municipal debate avanços no setor e economia digital

A discussão aconteceu no Plenário Silvânio Barbosa na manhã desta segunda-feira (21)

Dicom / CMM

Na Semana Nacional de Ciências e Tecnologia, Câmara Municipal debate avanços no setor e economia digital

A Câmara Municipal de Maceió iniciou a semana promovendo uma audiência pública, no Plenário Silvânio Barbosa, por iniciativa da vereadora Ana Hora (PSD), para discutir a tecnologia e a economia digital.

Na ocasião estiveram presentes o vereador Beto da Farmácia (PROS), o senador Rodrigo Cunha (PSDB) e o deputado federal João Henrique Caldas (PSB).

Nos próximos 10 anos, a economia digital vai movimentar US$ 100 trilhões em todos os segmentos produtivos e 100% dos atuais empregos sofrerão mudanças por causa dos avanços tecnológicos acelerados; em 2025, 25% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial virá da Economia Digital e, no Brasil, o PIB advindo da Economia Digital deverá alcançar 25,1% já em 2021. O ecossistema global de startups do Brasil está crescendo em um ritmo acelerado, com mais de 10.000 grupos – 46% das quais com menos de dois anos de idade – e 30.000 empregos.

De olho nessa nova realidade, a Frente Digital Mista da Economia e Cidadania Digital da Câmara dos Deputados tem como objetivo estimular a ampliação de políticas públicas para economia e empreendedorismo digitais, democratização e aumento da qualidade de acesso da internet no País, promoção de políticas públicas para ampliação de infraestrutura de tecnologia e acesso da sociedade, melhorando a disposição e prestação de serviços.

Segundo o deputado federal e presidente da Frente Digital, João Henrique Caldas, a economia digital tem sido discutida em todo o mundo e é preciso que esse debate seja contínuo e duradouro. “Em muitos países a tecnologia forma 30% do PIB, com cada vez mais o meio físico tem se tornando digital”, declarou. Ainda segundo ele, “a inovação é a solução para a vida de muitas pessoas e para o avanço do Brasil”.

O senador Rodrigo Cunha frisou a importância da tecnologia na geração de empregos e na aproximação do Poder Público com os cidadãos. “Durante muito tempo imaginamos que a tecnologia tiraria emprego de muita gente e hoje percebemos que o cenário é outro. Cada vez mais empregos sendo gerados graças aos avanços da era digital. Além dos benefícios no mercado empregatício, também é graças à tecnologia que a população tem acesso a transparência dos gastos públicos e para onde os recursos do nosso estado estão sendo destinados”, destacou.

O presidente da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Jean Paul, ressaltou que a tecnologia é a grande oportunidade para o desenvolvimento efetivo de Alagoas e que a população tem que ter cada vez mais acesso a essa nova era.

A vereadora e propositora da audiência, Ana Hora, explicou que as inovações tecnológicas podem ser bastante benéficas para o setor público. “Para analisarmos as tendências de inovação para o setor público, devemos avaliar o que foi transformado para melhor após a introdução de uma nova tecnologia, já que hoje a população espera de uma organização, iniciativas inovadoras que proporcionem melhorias para os diferentes segmentos atingidos. Assim a modernização na gestão pública, ao promover melhorias nos processos administrativos, possibilita que os Estados e Municípios superem os obstáculos burocráticos para oferecer serviços novos, melhores e mais eficientes à população, restabelecendo a relação de confiança da sociedade nas suas instituições democráticas”.

Fonte: Dicom/CMM

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *