O Governo, o poder e o povo

Ana Karina Luna

É curioso o que acontece: na astrologia, a Lua significa o Povo. E a Lua é, também, o feminino. Neste momento, a Lua se prepara para minguar (amanhã, 21/10); e agora mesmo, ela passa por Câncer, a quem rege. Câncer também representa o feminino, entre muitas outras coisas. Lua e Câncer são sobre outro tipo de força, a do receptor, a do vulnerável, e em nossa cultura: foi o que ficou oprimido, submetido, escravizado — o Povo/o Feminino.

Olhei o céu, há pouco, e vi que a Lua opõe-se a Plutão (Poder) e a Saturno (Autoridade), mas o destino está do lado dela: o Nodo Norte. A Lua em Câncer (a “cuidadora”), prontinha pra minguar, fura exatamente no meio, entre Plutão e Saturno, desafia (e re-clama) poder e autoridade (de quem, de fato, não os tem = o governo, e se, na sua ilusão os teve, está perdendo = o Nodo Sul é quem perde a briga, mas não sem espernear). E como o feminino autora, provoca, luta e desafia? em qualquer gênero, etnia, raça? Não com guerras. Ele cuida. #oPovoNaPraiaLimpando.

Cooperação, inter-depender, palavras da Lua e de Câncer.

A Lua-Povo dispara de outra forma: limpando o mar (o ‘inconsciente’), dispara braços, não facas. Água, útero, o de onde se vem… a vida começa no mar. E a Lua é, justamente, sobre o inconsciente, o dentro, as entranhas de uma nação: seu Povo.

Prepara-se um útero, para parir o que? (Será que este Povo não quer se re-parir? A si mesmo? Oxalá).

Estudo o ciclo da Lua há tempo demais pra já ter visto que durante a minguação da Lua, muitas fichas finalmente batem no chão, pesadas. Uma decepção, uma ilusão, uma certeza, um insight, uma história, que se insinuaram na Crescente, ou se configuraram na Cheia — no Quarto Minguante: o gongo bate. O choque passa e fica uma verdade relativamente sólida, impossível de ser negada. Hoje, vi uma ligação clara entre a luta feminista e a luta do povo. A liberação do que está por baixo, espezinhado, começou. Pelos seus próprios braços

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *