Com um a menos, CSA é derrotado pelo Botafogo no RJ, veja os melhores momentos!

Matheus Pimenta / Ascom CSA

O Botafogo alcançou um importante resultado ao derrotar o CSA por 2 a 1, em partida disputada na noite desta segunda-feira, no estádio Nilton Santos. A vitória fez o Alvinegro de General Severiano chegar aos 33 pontos ganhos e ocupar a 13ª colocação. O CSA segue com 26 pontos ganhos na 18ª. Os gols foram marcados por Luciano Castan, contra, e Igor Cássio para o Botafogo, enquanto Ricardo Bueno, cobrando pênalti, fez o gol do CSA.

Foi a primeira vitória conseguida por Alberto Valentim no comando do Botafogo e o time fez por merecer o resultado. Foi superior ao CSA durante a maior parte do jogo e não se assustou com o gol de empate anotado pelos alagoanos. Os visitantes foram uma equipe lutadora, mas que não mostrou condições para superar o adversário.

Na próxima rodada, o Botafogo vai visitar o Grêmio em Porto Alegre, enquanto o CSA terá o líder Flamengo pela frente, no Maracanã.

O jogo
O Botafogo começou a partida no ataque e, logo aos dois minutos, Diego Souza tabelou com Leo Valencia e foi derrubado na entrada da área. Na cobrança, Valencia bateu colocado, mas a bola se chocou com a barreira. O Alvinegro de General Severiano mostrava disposição para atacar enquanto o CSA se preocupava apenas com o setor defensivo.

Os cariocas mantinham quatro jogadores no setor ofensivo, pressionando a defesa nordestina. Diego Souza e Victor Rangel atuavam centralizados, enquanto Luiz Fernando e Leo Valencia ficavam abertos pelas pontas.

Aos 15 minutos, o Botafogo marcou o primeiro gol. Luiz Fernando cruzou na direita e Luciano Castan, ao tentar cortar, desviou contra o seu gol, sem chances para João Carlos.

Depois de assegurar a vantagem, o time dirigido por Alberto Valentim diminuiu o ritmo, mas manteve o controle do jogo, impedindo que o CSA chegasse com perigo ao gol defendido por Gatito Fernández.

Aos 42 minutos, Valencia fez grande lançamento para Luiz Fernando que entrou nas costas da zaga e chutou forte e a bola passou bem perto da trave esquerda do goleiro João Carlos.

O Fogo voltou para o segundo tempo com Kanu na vaga de Marcelo Benevenuto que não teve condições de prosseguir na partida. Logo aos cinco minutos, o Alvinegro desperdiçou uma grande oportunidade para ampliar. Após cruzamento de Valencia na área, João Paulo e Victor Rangel, livre, chutou em cima do goleiro João Carlos.

A equipe alagoana voltou mais agressivo e chegou ao empate aos 20 minutos. A bola bateu no braço de Yuri na área alvinegra e , depois de consulta ao VAR, o árbitro confirmou o pênalti que Ricardo Bueno converteu.

O Botafogo não se abalou e marcou o segundo gol aos 23 minutos, através de Igor Cássio que recebeu ótimo lançamento do zagueiro Gabriel e mandou uma bomba para vencer João Carlos. Foi o primeiro gol marcado pelo atacante como profissional.

Aos 33 minutos, a situação do CSA se complicou. O volante João Vitor recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. Três minutos depois, Victor Rangel desperdiçou nova chance, ao furar após cruzamento de Marcinho. A bola ainda ficou com Igor Cássio que bateu para fora.

O time carioca seguiu pressionando para tentar liquidar a partida e, aos 40 minutos, Leo Valencia mandou uma bomba da entrada da área e João Carlos espalmou para escanteio.

Nos minutos finais, a equipe alagoana partiu com tudo para buscar o empate e o Botafogo recuou para segurar o resultado, chutando a bola para todos os lados, sem se preocupar em organizar novos ataques. No minuto final dos acréscimos, Apodi ainda bateu cruzado e assustou Gatito Fernández, mas a bola saiu e o Botafogo assegurou a importante vitória.


FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 1 CSA
Local: estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 21 de outubro de 2019, segunda-feira
Hora: 20h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Público: 18.199 presentes
Cartão Amarelo: Cícero, Rickson(Bota);Carlinhos(CSA)
Cartão Vermelho: João Vitor(CSA)
Gols: Luciano Castan (contra), aos 15 do primeiro tempo, e Igor Cássio, aos 23 do segundo tempo (Botafogo); Ricardo Bueno, aos 20 do segundo tempo.

BOTAFOGO: João Carlos, contra, aos 15 minutos do primeiro tempo e Igor Cássio aos 23 minutos do segundo tempo
CSA: Ricardo Bueno, aos 20 minutos do segundo tempo
BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho, Marcelo Benevenuto(Kanu), Gabriel e Yuri; Cícero(Rickson), João Paulo e Leo Valencia: Luiz Fernando(Igor Cássio), Diego Souza e Victor Rangel
Técnico: Alberto Valentim

CSA: João Carlos, Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; João Vítor, Naldo(Celsinho) e Jonathan Gomez(Ricardo Bueno); Apodi, Warley e Alecsandro(Jarro Pedroso)
Técnico: Argel Fucks

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações