Executor de mulher na Gruta diz que receberia R$ 30 mil pelo crime

AL24h/Arquivo

A Polícia Civil de Alagoas confirmou nesta terça (22) que o homem preso ontem, em uma mata próximo à Usina Cachoeira do Meirim, é o executor de Ana Paula Justino, de 46 anos, crime ocorrido no bairro da Gruta.

José Wuedes Silva dos Santos, conhecido como Bedeu, foi preso durante ação conjunta do 4º BPM e da Delegacia de Narcotráfico e com ele foram apreendidos dois revólveres calibre 38, uma pistola 938, 30 munições calibre .40, seis munições 44, 33 munições calibre 380, duas munições 9mm, uma metralhadora artesanal, um rifle calibre 44, três quilos de pasta base de cocaína, maconha, duas balanças de precisão, um caderno com a contabilidade do tráfico, um celular, e pouco mais de R$ 15,00.

Em depoimento à polícia, José Wuedes confessou que foi contratado pela nora de Ana Paula Justino para matá-la e que receberia R$ 30 mil pelo ‘serviço’. O acusado também teria afirmado em seu depoimento que a nora e o amigo estavam no veículo Siena usa para a fuga.

José Wuedes deverá permanecer à disposição da Justiça. A nora da vítima, Daniela Michaela Gonçalves da Silva, e o amigo, Romenick Roselino da Silva, 24, seguem presos. Um imóvel no Complexo Benedito Bentes seria a motivação para o homicídio.

Leia também

Mulher é assassinada a tiros na Gruta quando seguia para o trabalho

PC localiza carro e prende casal suspeito de homicídio na Gruta; veja vídeo do executor

Delegacia de Homicídios confirma que mulher foi morta por vingança

 

 

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações