Em mutirão, algas marinhas e massunins são encontrados misturados a óleo no Pontal do Peba

Prefeitura de Piaçabuçu

Durante o mutirão de limpeza,  realizado nesta terça-feira, 23, na Praia do Pontal do Peba, em Piaçabuçu, os ambientalistas encontraram uma grande quantidade de massunim e algas marinhas em meio a nova mancha de óleo que surgiu na região.

O aparecimento de algas marinhas e massunins  misturados ao óleo causou desespero a quem depende da pesca para sobreviver. De acordo com pescadores, uma das principais fontes de renda dos moradores de Piaçabuçu é a comercialização de massunim e a grande quantidade do molusco ‘jogado’ na areia da praia deixou os marisqueiros da região aflitos.

Outra preocupação – durante o mutirão – era evitar que o material contaminado com o óleo retornasse ao mar ou atingisse o Rio São Francisco quando a maré ficasse alta.

Após o caso, o Ibama informou que a situação será investigada. A ação mobilizou empresários, pescadores, comerciantes locais, voluntários, Marinha do Brasil e representantes da Prefeitura e Governo.

De acordo com informações do Grupo Técnico de Acompanhamento (GTA), hoje, houve ação de limpeza também na praia de Japaratinga, litoral norte de Alagoas. Por lá, 100 reeducandos, 20 brigadistas do ICMBio, Ibama, trabalhadores contratados pela prefeitura e voluntários da região participaram do mutirão. A equipe do Ibama solicitou que fosse feita coleta de amostra para análise.

A partir de amanhã (24), o trabalho de limpeza contará com o apoio dos militares do Exército Brasileiro.

Ostras

O óleo também teria atingido também a produção de ostras na cidade de Porto de Pedras, região norte de Alagoas. A Associação Mariostra informou que aproximadamente 1.000 ostras em fase de reprodução no Rio Manguaba foram perdidas.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações