Expulsão, VAR, polêmica e confusão: Palmeiras vence o Vasco no Rio e segue na cola do líder Flamengo; veja os gols!

Ivan Storti / Santos

Em um jogo com muita confusão e polêmica, o Palmeiras venceu o Vasco por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro, e segue na cola do líder Flamengo na disputa do título. A partida foi muito quente e teve de tudo – com contribuição da atuação ruim do árbitro Rafael Traci -, com direito a gol contra, reclamações de gol ilegal, idas ao vídeo sem marcação, expulsão no fim… Os gols do Verdão foram marcados por Lucas Lima e Luiz Adriano, com Mayke, contra, assinalando para o Cruz-Maltino.

Com o resultado, o Vasco permaneceu com 39 pontos, na 12ª colocação do Campeonato Brasileiro. Já o Palmeiras chegou a 66 pontos, segue na vice-liderança e seca o Flamengo, que joga nesta quinta-feira diante do Botafogo, para manter em cinco pontos a diferença e seguir na cola pelo título. Ambas as equipes voltam a campo no fim de semana – enquanto o Cruz-Maltino visita o CSA, no domingo, o Verdão, na véspera, faz o clássico paulista da rodada, enfrentando o Corinthians.

Apesar de ter entrado em campo com um time alternativo, o Palmeiras mostrou ofensividade nos minutos iniciais, de olho no gol para tentar se aproximar do líder Flamengo. E na primeira boa oportunidade, o time comandado por Mano Menezes abriu o marcador. Aos 11 minutos da etapa inicial, Lucas Lima recebeu de Matheus Fernandes, ficou na frente de Fernando Miguel e, livre, estufou as redes, 1 a 0 Verdão. Foi o primeiro gol de Lucas Lima na temporada, recuperando a confiança na equipe.

CONTRA A PRÓPRIA REDE…

Atrás do placar, o Vasco se lançou ao ataque para recuperar o resultado. Aos 16, Fellipe Bastos teve uma chance em cobrança de falta. Mas foi com um gol contra, aos 18 minutos do primeiro tempo, que saiu o 1 a 1: Yago Pikachu achou Rossi, que mandou de forma rasteira para a área e Mayke, ao tentar cortar, manda contra a própria rede. Gol contra, empate para o Vasco. Guarín teve a chance da virada aos 34, mas bateu nos pés do goleiro Fernando Prass. Até o intervalo, com exceção dos erros, mais nada aconteceu.

GOL, VAR, EXPULSÃO E CONFUSÃO!

O segundo tempo foi de muita reclamação, muita confusão provocada pelo árbitro Rafael Traci… O jogo foi parando a todo instante e lances de gol acabavam surgindo somente com tentativas isoladas de jogadores – como Luiz Adriano, do Palmeiras, que aos 21 desperdiçou uma chance clara, mas acabou fazendo o gol da vitória dez minutos depois, aproveitando dividida com Danilo Barcelos – o que os vascaínos reclamaram de falta e o próprio juiz demorou muito para validar no aguardo do vídeo. Aos 40, Leandro Castan foi expulso e deixou o Vasco com um a menos, que não conseguiu mais reação. Ainda teve uma ida ao Var para um possível pênalti para o Vasco, não marcado. Enfim, vitória do Palmeiras confirmada por 2 a 1 e ingredientes de sobra para muita discussão entre os torcedores nos próximos dias…

Fonte: Terra

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações