Vamos Subir a Serra tem início dia 14 de novembro

A edição de 2018 do projeto Vamos Subir a Serra atraiu um grande público. Foto: Arquivo/ Secom Maceió

Com o intuito de possibilitar reflexões a respeito do episódio histórico de luta pela liberdade que ocorreu no Quilombo dos Palmares, a terceira edição do Vamos Subir a Serra será iniciada, em Maceió, no dia 14 de novembro. O projeto é realizado pelo Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô em parceria com a Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural e da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom).

A programação do evento está dividida em três etapas: a primeira, na Praça Multieventos, na Pajuçara, acontece de 14 a 17 de novembro. Depois, no dia 19 de novembro, as atividades do projeto serão levadas para a Serra da Barriga, em União dos Palmares, e retornam para a capital alagoana nos dias 20, 21 e 22, quando irá acontecer, no Centro Cultural Arte Pajuçara, a Mostra Quilombo de Cinema Negro.

A edição deste ano do projeto contará com mais de 30 ações que evidenciam a temática étnico-racial através de seminários, palestras, oficinas e apresentações culturais e festival de capoeira, por exemplo. O Espaço Cultural Zumbi Dos Palmares, que irá acontecer na Praça Multieventos, receberá a Feira do Empreendedor Negro e Quilombola, com a participação de expositores de Maceió e de comunidades remanescentes de quilombos de Alagoas e de outros estados; o Seminário Quilombola e o Encontro de Saberes, com a participação de cinco comunidades quilombolas referências no empreendedorismo.

O diretor artístico, produtor cultural e escritor Anderson Quack, que terá uma fala sobre “O Negro na Comunicação”, e a jornalista e influenciadora digital Tia Má, que abordará o tema “Lugar de Negro é Onde ele Quiser”, já confirmaram suas presenças no evento, que, nesta edição, também contará com o 5º Encontro das Crescheadas, movimento de mulheres negras de Alagoas pensado e criado para defender a valorização dos cabelos crespos e cacheados.

Além disso, o vamos Subir a Serra também promoverá o Quilombo das Letras, composto por mais de 10 autores negros que participarão de uma roda de conversa e de uma tarde de autógrafo. O projeto também será direcionado ao público infantil por meio do Espaço Erê, que contará com apresentações culturais, performances, desfile afro e espaço de beleza negra.

A terceira edição do evento também irá promover o Festival Quilombola, espaço destinado à culinária afro-brasileira, e o Saurê Palmares, que neste ano terá a participação de 19 grupos culturais alagoanos.

De acordo com o diretor de Produção Cultural da FMAC, Keyler Simões, além de garantir as apresentações culturais do Saurê Palmares, a Fundação está viabilizando parte da estrutura do evento.

“Estamos investindo R$ 100.000,00 em estrutura nesta edição do Vamos Subir a Serra. Além disso, os grupos que participação do Saurê Palmares foram selecionados através de uma chamada pública que está destinando R$ 1.100,00  para cada atração”, informou o diretor.

Confira aqui a programação completa do evento.

 

Fonte: Ascom FMAC

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *