Travesti é assassinada com tiros na cabeça no interior de AL

AlagoasNT

Alagoas registra mais um crime contra a comunidade LGBT. Uma jovem de 20 anos, que se identificava como Pedrita, foi assassinada com vários tiros na região da cabeça nas primeiras horas da manhã desta segunda (18). O assassinato aconteceu no Residencial Hélio Jatobá II, em São Miguel dos Campos.

A vítima, segundo a própria mãe, era dependente químico e já teria sido presa por tentativa de homicídio. Informações extraoficiais dão conta que a vítima teria roubado um celular e tentava trocá-lo por droga, quando foi assassinada. Pedrita possui identidade oficial de Pedro Camilo dos Santos Silva.

Integrantes das polícias Civil e Militar, além de perícia e IML já se encontram no local realizando os primeiros levantamentos. O corpo será encaminhado ao Instituto Médico Legal Edvaldo Castro Alves, em Arapiraca. Inicialmente, está descartada a motivação por homofobia.

O crime será investigado pela Polícia Civil de Alagoas.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *