6 Dicas para estudar em casa e ter alto rendimento

Universia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Muitas pessoas tem dificuldades em estudar em casa por causa de vários fatores. E uma das maiores dificuldades é conseguir manter o foco ao seguir uma rotina.

É extremamente importante manter a frequência nos estudos, além de equilibrar as horas de descanso e os exercícios diários. Pode-se conseguir isso seguindo algumas dicas e técnicas que aumentam a produtividade e a capacidade de concentração:

1. Esteja confortável para estudar

A primeira dica para um aumento do rendimento diz respeito ao conforto. Tenha um local adequado para os estudos, com boa luz, cadeira confortável e mesa na altura ideal. Outros fatores que também influenciam nos bons resultados é a luz ambiente e a temperatura do local. Há estudos que mostram que as mudanças de temperatura podem afetar na produtividade, tanto de homens quanto de mulheres. Neste caso, a temperatura indicada é entre 21 e 23 graus celsius.

Além dos fatores externos, deve-se ficar atento à saúde de um modo geral. Mantenha-se hidratado, bebendo água e dando pequenas pausas. Estes intervalos serão imprescindíveis para que o organismo seja oxigenado, haja uma boa circulação sanguínea e a mente volte a funcionar. Esse tempo é necessário, já que sabemos que após uma ou duas horas de estudos, a capacidade de concentração é diminuída. Descubra qual o seu limite e respeite seu ritmo.

2. Dê preferência para o material impresso

Não há como discordar: o conteúdo online veio para ficar, e torna-se bastante comum o uso de materiais que possam ajudar nos estudos. Livros, apostilas e manuais tornam-se aliados na hora de adquirir conhecimento e acesso rápido a novas atualizações. Esse suporte online veio para somar forças e promover a educação.

No entanto, apesar do avanço tecnológico e dispositivos como o tablet, utilizar-se de meios escritos e material impresso possibilitam uma leitura mais agradável e aumento da capacidade de absorção dos exemplos. Anotar lembretes e apontamentos em material impresso também permite que a memória fotográfica atue trazendo melhores resultados.

3. Mantenha uma rotina

Os estudos devem ser feitos de maneira focada e tendo objetivos bem claros. Estar em casa muitas vezes faz com que o cérebro não queira adequar-se a uma rotina. Mas essa é importante. Monte uma rotina com horários e disciplinas a serem estudadas e siga à risca.

Uma boa maneira de conseguir é através da “técnica pomodoro“. A técnica se constitui em formar sessões de 25 minutos de estudo seguidas de 5 de descanso. As sessões devem ser seguidas com o máximo de concentração, e o descanso passa a ser entendido pelo cérebro como uma recompensa.

Lendo.org

 

 

 

 

 

 

 

 

Um bom horário para iniciar é pela manhã. Quando acordamos, nossa mente está mais descansada e apta a receber novas informações com qualidade. No decorrer do dia, já com novas informações e atividades, verifica-se que a capacidade de entender novos assuntos pode ser diminuída.

4. Faça revisões do assunto

Este é um passo importantíssimo. O esquecimento de certas informações é algo natural. Isso porque nossa mente, de maneira autoprotetora, não absorve todas as informações que recebemos para deixar espaço para aquelas que sejam mais importantes. Sendo assim, não é incomum esquecer certos detalhes.

Hermann Ebbinghaus fez estudos conhecidos como a “curva do esquecimento“. Segundo sua teoria, aprende-se 100% sobre determinado assunto assim que se estuda ele. Mas, caso não se retome ao tema estudado através de revisões, este será paulatinamente esquecido. Ainda segundo os estudos, o aprendizado será ampliado se o assunto for retomado no dia seguinte.

Sendo assim, sempre faça um resumo e reveja o assunto constantemente. Uma boa maneira de fazer isso é fazer uso da “Técnica da repetição espaçada” ou “Sistema Leitner“. No esquema, utiliza-se cartões de papel com perguntas e respostas. Os cartões devem ser colocados em uma caixa.

Época Negócios

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A primeira das caixas deve ser vista diariamente. Caso a resposta seja acertada, o cartão é colocado em uma nova caixa que deverá ser revista em um prazo maior e quando a resposta é errada, o cartão volta para a caixa anterior. Desta maneira, faz-se uma revisão dos assuntos, separa-se aqueles que tem maior prioridade e retoma-se os que não ficaram bem fixados na memória.

5. Evite distrações

Sabemos que, estando em casa, há muitas possibilidades de perder o foco. Quando percebemos já estamos fazendo outra atividade e o planejamento para aquele dia foi por água abaixo. E, com menos estudo, menos concentração e resultados. Não é isso que queremos, não é?

A rotina que tanto falamos é necessária. Para conseguir isso, mantenha distância de tudo que possa distrair sua mente. Desligue celulares ou os mantenha no modo silencioso, utilize a internet somente o indispensável para alguma pesquisa e procure ficar em um ambiente com som externo reduzido.

Não consegue se desvencilhar? Estabeleça um limite de tempo para ver algo que não pode ser adiado e respeite-o. Dois a cinco minutos são suficientes. Ao fim do tempo, volte aos estudos imediatamente.

6. Pequenas recompensas

Fazer suas atividades diárias é uma necessidade. Há momentos em que precisamos fazer o que tem que ser feito e não apenas o que queremos. Mas nada nos impede de nos presentear quando conseguirmos ultrapassar nossas metas. Estudar é algo que requer tempo, disponibilidade e forte concentração.

Quando você estabelece pequenas recompensas para suas realizações diárias, seu estudo se torna mais eficaz e traz aquele sentimento de vitória. Ser merecedor de alguma recompensa, mesmo que pequena, é uma motivação para terminar as etapas.

Além dessas dicas acima, faça algum exercício físico. As atividades físicas são importantes para fortalecer o sistema imunológico, os músculos e ajudar a desenvolver habilidades psicomotoras. Além de tudo, aumentam a capacidade de concentração. Escolha a atividade que melhor lhe apetece e estabeleça um horário para a realização das mesmas.

Não esqueça também de tirar um tempo para atividades de lazer. Ir ao cinema, aproveitar a praia ou passear num parque são distrações necessárias para manter o corpo e a mente saudáveis.

 

Um resumo para ter um alto rendimento em seus estudos em casa

  1. Escolha um local confortável para os estudos
  2. Estabeleça um horário e frequência de estudos e pausas
  3. Tenha o hábito de fazer revisões dos assuntos
  4. Mantenha atividades físicas e de lazer em horários específicos.
Fonte: Assessoria

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *