CSA perde para o Bahia e pode ser rebaixado nesta segunda (2)

RCortez / ASCOM CSA / Igor Pereira

O CSA praticamente deu adeus as chances de permanecer na elite do Campeonato Brasileiro na noite deste domingo ao perder para o Bahia, por 2 a 1, no Estádio Rei Pelé, pela 36ª rodada. O rebaixamento, inclusive, pode ser decretado nesta segunda-feira.

Na 18ª colocação, com 32 pontos, o CSA pode alcançar o Ceará no número de pontos, mas a diferença no saldo de gols é enorme (-4 contra -30). Se o Cruzeiro ganhar do Vasco da Gama, no Rio de Janeiro, no encerramento da rodada, o time alagoano cai matematicamente para a Série B.

A vitória com um jogador a menos desde os 18 minutos do segundo tempo fez o Bahia encerrar um jejum de nove jogos e chegar aos 48 pontos, em 11º lugar. A sequência negativa deixou o time bem distante de uma disputa por vaga na Copa Libertadores.

Tricolor na frente

A torcida do CSA que compareceu em bom número ao Rei Pelé quase comemorou o primeiro gol logo aos cinco minutos. Ricardo Bueno bateu cruzado e Apodi quase conseguiu completar de carrinho. A resposta do Bahia veio em finalização de Gilberto defendida por Jordi.

Aos poucos, o Bahia tomou conta da partida e foi criando chance atrás de chance. Gilberto chegou a abrir o placar, mas o lance foi anulado porque a bola havia saído pela linha de fundo na origem. Depois, Gregore soltou a bomba e o goleiro azulino fez grande defesa.

O merecido gol do Bahia veio aos 31 minutos. Gilberto recebeu de Flávio, passou por Alan Costa e bateu no cantinho de Jordi. Na sequência, Apodi invadiu a área e só não empatou porque Douglas Friedrich fez a defesa em dois tempos. O time baiano ainda teve duas oportunidades antes do intervalo.

Foi na raça

Os dois times voltaram do intervalo sem mudanças e o panorama continuou o mesmo. Ronaldo aproveitou cruzamento rasteiro e desviou para mais uma grande defesa de Jordi. Aos nove, o CSA fez o Rei Pelé explodir. Rafinha cobrou escanteio e Nilton desviou de cabeça.

O time alagoano ganhou ainda mais ânimo quando Ronaldo recebeu o segundo amarelo e foi expulso aos 17 minutos. A virada azulina quase veio em chute de Alan Costa. A bola do zagueiro passou por cima. O Bahia assustou na falta cobrada por Artur que explodiu no travessão.

Grande defesa

Aos 35, Rafinha soltou a bomba e Douglas Friedrich fez grande defesa, espalmando para escanteio. Na sequência, Jean Cléber tentou por cobertura e quase marcou. O CSA pressionava o Bahia em busca da vitória.

No entanto, quem marcou foi o time baiano. Artur fez grande jogada individual e rolou para Arthur Caíke finalizar de primeira. O gol foi validado após consulta do VAR. Nos acréscimos, o CSA quase empatou, mas Douglas Friedrich fez grande defesa em chute de Warley.

Próximos jogos

O CSA volta a campo na quarta-feira, contra a Chapecoense, às 21 horas, na Arena Condá, em Chapecó, enquanto o Bahia recebe o Vasco da Gama na quinta, às 19h15, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Os jogos são válidos pela penúltima rodada.

Fonte: AFI

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *