“Messi jogará no Barcelona até se aposentar”, diz presidente

Getty Images

Em uma entrevista na Rádio da Catalunha, Josep Maria Bartomeu abordou vários tópicos sobre o atual e o futuro do Barcelona, ​​esclarecendo, acima de tudo, o caso particular de Lionel Messi:

“Gostaria de assinar outro contrato. Ainda tem muitas viagens e não tem problema em continuar no Barça. Não tenho dúvidas de que ele jogará aqui até se aposentar, é o seu compromisso. Ele diz que conversaremos quando as estações progredirem. Ele disse que vai terminar quando ele quiser. Por sua qualidade e por ser uma referência, por tudo que dá. Espero poder assinar um novo contrato para Messi. Vou terminar, mas Leo ainda tem muito o que mostrar. Você tem o direito de decidir quando deseja terminar. Este é o clube dele, o de sua vida”, afirmou.

O mandatário da instituição catalã, por outro lado, também se referia ao futuro de Ernesto Valverde.

“Ele tem contrato até 2021, mas na próxima primavera é a opção da cláusula de saída de ambas as partes”, afirmou o dirigente, que acrescentou: “A responsabilidade de dirigir o Barça é enorme. Poucos exigem tanto quanto o Barça. Não há opção. Ou você ganha tudo ou não é bom. Mas fora das câmeras ele é uma pessoa carinhosa, muito brincalhona, rimos muito”.

Bartomeu está preocupado com o clássico contra o Real Madrid? O presidente responde: “Não estou preocupado. Penso que fazer um protesto de maneira pacífica e serena é compatível com uma partida de futebol. Não vejo nenhum problema. O controle do estádio, dentro do estádio, é do clube. O parceiro é livre para exibir o que quiser. Não há restrições. Sem insultar, você pode mostrar qualquer simbolismo de maneira cívica e pacífica. Em nenhum caso deve ser suspenso. Não há razão. Os parceiros virão para torcer e reivindicar. Estamos em um momento excepcional na história da Catalunha. Tudo é compatível”.

O Presidente Blaugrana, além disso, respondeu à pergunta sobre quem governa na instituição: “Depende de quais decisões. O poder é distribuído. O Conselho decide e os executivos executam. Não é verdade que os jogadores enviam. Dizem que ouvimos a todos, mas o Conselho decide”.

Fonte: Goal

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *