Renan Filho defende vice e foca na segurança e 13º após operação da PF

Reprodução

O governador Renan Filho (MDB) se pronunciou pela primeira vez, na manhã desta sexta-feira (13), sobre a Operação Florence Dama da Lâmpada – deflagrada na última terça-feira (10) – que resultou na prisão de Lívia Barbosa, filha do vice-governador Luciano Barbosa (MDB), que também é secretário da Educação.

Renan Filho negou que seu vice tenha tido algum envolvimento no esquema – que segundo a Polícia Federal (PF) – desviou cerca de R$ 30 milhões da Saúde através de serviços de Órtese, Prótese e Materiais Especiais (OPME).

“Não tem envolvimento do vice-governador, houve a prisão da filha dele, que já está em liberdade”, afirmou durante entrevista coletiva.

Renan disse ainda que não há provas sobre o envolvimento de Lívia no desvio, mas que o Governo Estadual espera que o caso seja investigado e que os responsáveis, caso haja, sejam punidos.

“O Brasil vive um momento de muita dificuldade com todos os dias acontecendo operações. Eu desejo que haja a devida investigação e punição a quem tem responsabilidade de fato, se houver culpados”, completou.

Esta foi a segunda operação da PF contra a Sesau durante os dois mandatos de Renan Filho. A primeira foi a Correlatos, que investigou um esquema envolvendo quase R$ 240 milhões.

Veja Mais

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *