Acusado de matar namorada com faixa de quimono e forjar suicídio será julgado

O jovem Idison Vitor Elias, hoje com 25 anos, senta nesta segunda (16) no banco dos reús para ser julgado pelo assassinato da sua então namorada, a jovem Suelen de Souza Lopes, morta com apenas 17 anos, na sua residência.

A adolescente foi encontrada morta por enforcamento na sua casa, na Rua Diegués Junior. Para a polícia, Idison, que tinha 19 anos, matou a namorada. Ele nega o crime e afirma, inclusive, que tentou se matar após saber da sua morte, ocorrida em 25 de fevereiro de 2012.

Um ano após a morte, em junho de 2013, o suspeito foi preso em cumprimento a mandado judicial. O inquérito aponta que a vítima foi enforcada com uma faixa de quimono que foi amarrada no telhado da casa, fazendo parecer suicídio.

Para a polícia, no entanto, ciúmes e uma dívida do réu com a vítima teria motivado o assassinato. Idson Vitor Elias Dantas será julgado por homicídio qualificado com motivo torpe e emprego de asfixia. O julgamento começa às 8h, no Fórum do Barro Duro.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *