Cirurgias podem ser canceladas por baixo estoque de sangue no Hemoal

Hemoal está com apenas 55% do estoque de sangue necessário. Foto: Carla Cleto

O Hemocentro de Alagoas (Hemoal) está precisando com urgência de doações de qualquer tipo sanguíneo. Hoje, as unidades Maceió e Arapiraca estão  trabalhando abaixo do estoque necessário e há risco de cirurgias de emergência e eletivas serem canceladas.

De acordo com informações do Hemoal, apenas 330 bolsas de sangue estão disponíveis para atender as transfusões das maternidades e hospitais alagoanos. O número representa 55% do limite necessário para a realização de procedimentos cirúrgicos.

Para manter o estoque com níveis satisfatórios, são necessárias pelo menos 600 bolsas de sangue. A preocupação aumenta ainda mais com a proximidade dos feriados de Natal e Réveillon. Para se ter noção de como o estoque está deficitário, do total de bolsas de sangue armazenadas, apenas três são da tipagem O Negativo, considerado doador universal e que pode ser transfundido para qualquer paciente, no caso da falta de outra tipagem.

“Repetimos mais uma vez que o sangue não se fabrica artificialmente e, apesar de ser um medicamento, não se compra em farmácias. Por isso, apelamos à solidariedade do povo alagoano para que compareça às Unidades do Hemoal em Maceió e Arapiraca antes do Natal e Réveillon”, salientou a gerente do Hemoal, médica Verônica Guedes.

Para doar, os voluntários precisam se deslocar a sede do Hemoal, na Rua Dr. Jorge de Lima, ao lado do Hospital Geral do Estado (HGE), no bairro do Trapiche. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, 7h às 18h, e sábados, das 8h às 17h. Também é possível realizar a doação de sangue no Hospital Veredas (antigo Hospital do Açúcar), na Gruta de Lourdes, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h. Já em Arapiraca, o Hemoal funciona no prédio do Laboratório Municipal, na Rua Geraldo Barboza, no bairro Centro, e também abre de segunda a sexta, das 7h30 às 17h30.

Quem pode doar – Além de ter peso igual ou superior a 50 kg, idade entre 16 e 69 anos, o candidato à doação de sangue deve portar um documento de identificação com foto. No caso dos menores de 18 anos, é imprescindível estar acompanhado dos pais e portar um documento de identificação oficial e original dos responsáveis.

Há impedimento para as pessoas que tenham contraído hepatite, após os 11 anos de idade, além de sífilis, Aids e doença de Chagas. No caso das gestantes e lactantes é proibida a doação e, para repetir o ato solidário, as mulheres ficam impedidas durante três meses e os homens devem respeitar um prazo de dois meses.

Arquivo Familiar

PACIENTE

A paciente Lenita Teixeira Cavalcante necessita de sangue tipo O negativo. De acordo com informações de familiares, ela foi submetida a uma cirurgia e está precisando urgentemente de transfusão sanguínea.

Aqueles que desejam ajudar podem realizar as doações sanguíneas no Hemoal, no Trapiche, e no Hospital Veredas, na Gruta.

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *