Bolsas de estudo ajudam jovens em Alagoas a ingressarem no ensino superior

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou nesta quarta-feira (18) que o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será divulgado em 17 de janeiro de 2020. Este é um momento em que muitos estudantes sairão na corrida para conseguir seu tão sonhado ingresso na faculdade com bolsas de estudo. De acordo com os dados públicos do INEP, foram 5,5 milhões de inscrições e 600 mil ingressantes na faculdade no ENEM anterior.

Muitos estudantes ainda não conseguem atingir uma nota suficiente para conseguir ingressar na faculdade e terão de procurar alternativas para garantir o ingresso ao Ensino Superior.

O que boa parte não sabe é que existem alternativas, uma vez que a maioria das instituições de ensino privadas está com o período de matrículas aberto para ingresso em 2020. No site do Quero Bolsa, o aluno tem acesso a descontos oferecidos que chegam a 80% e valem para todo o curso, em diversas faculdades, como a Anhanguera, por exemplo. Dentre outros cursos, estão disponíveis bolsas para ciências contábeis, engenharia mecânica e gestão financeira.

O crescimento da oferta de vagas de bolsas de estudo permitiu a Mariana Paulino se tornar jornalista. Primeira na família a concluir uma faculdade, ela é hoje Analista de Comunicação em um grande grupo educacional, em São Paulo. Assim que começou a trabalhar na área para a qual se formou viu seu salário aumentar 40% em relação a sua renda mensal antes da graduação. Com apenas três anos de carreira e aos 26 anos de idade já concluiu uma pós-graduação e vê as possibilidades profissionais crescerem.

“Quando eu olho pra trás, eu vejo tudo positivamente. Eu trabalhava para pagar metade da mensalidade e minha mãe pagava a outra metade. Ainda assim o dinheiro quase não dava. Com a bolsa, passou o receio de não conseguir levar o curso até o fim. Agora, depois de formada e trabalhando na área, a situação financeira e as perspectivas profissionais mudaram bastante e podem melhorar ainda mais”, explica.

Assim como Mariana, 450 mil pessoas ingressaram em faculdades de todo o país graças às bolsas de estudo oferecidas via plataforma Quero Bolsa, que tem, inclusive, ajudado a população adulta a realizar o sonho da graduação seja para empreender ou impulsionar a carreira. Pesquisa realizada com bolsistas beneficiados pela plataforma constatou que 59,5% têm acima de 25 anos de idade. Nessa faixa etária, apenas 15,7% da população brasileira concluiu o ensino superior, segundo o IBGE.

“As bolsas de estudo têm demonstrado um grande poder de inclusão de pessoas no ensino superior ao mesmo tempo que têm se tornado uma forma das instituições de ensino enfrentarem a ociosidade, que permanece acima de 50% pelo segundo ano consecutivo, de acordo com o último Censo da Educação Superior”, conclui Marcelo Lima, especialista em Ensino Superior.

Texto produzido em parceria com site quero.com

Fonte: Assessoria

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *