Moradores de condomínio protestam contra soltura de homem flagrado agredindo neto de 6 anos

A agressão foi filmada com um celular e os moradores do condomínio chamaram a polícia que constatou a agressão.

Está marcado para este sábado, 11, um protesto de moradores de um condomínio, no bairro Antares, que estão indignados com os desdobramentos do flagrante de maus-tratos contra uma criança de apenas 6 anos. Os moradores registraram imagens, feitas com um aparelho celular, do avô agredindo o menino dentro do apartamento e chamaram a Polícia Militar.

O homem, que é advogado, foi preso e liberado após pagamento de fiança. Já a criança, ficou sob a custódia do Conselho Tutelar da região, foi submetida à exame de corpo de delito e posteriormente ficou sob os cuidados de uma tia. A equipe que acompanha o caso conta que o garoto apresenta hematomas, sobretudo nas costas, que indicam que foi espancada.

A equipe do 5º Batalhão de Polícia Militar, que atendeu a ocorrência na noite de ontem e prendeu o agressor, fez a mesma constatação. As marcas verificadas no corpo da vítima não foram resultado apenas de palmadas, como disse o avô. As equipes tiveram a impressão de que o agressor usou algum objeto para ferir o menino.  No entanto, somente o exame de corpo de delito vai precisar que tipo de violência a criança sofreu.

Enquanto o caso é esclarecido, os moradores do condomínio prometem fazer barulho e chamar a atenção da sociedade para casos de violência doméstica e familiar. A mobilização terá início às 15 horas em frente ao residencial. “Quanto mais gente indignada com a situação e a justiça desse Brasil, melhor!!! Vamos nos juntar! Ainda mais depois do acontecido, o agressor pagar uma fiança e ser liberado no mesmo dia!!! Absurdo!!! Não podemos deixar isso passar!!”, diz o card com a convocação do protesto.

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *