Policiais civis realizam ato público e anunciam paralisação de 72 horas

Após assembleia geral, eles saíram em caminhada e se concentraram em frente ao Palácio República dos Palmares

Sindpol

Os policiais civis de Alagoas saíram em caminhada na tarde desta segunda-feira, 13, para protestar contra desvalorização da categoria por parte do Governo do Estado.

Com faixa e cartazes, eles percorreram diversas ruas do Centro de Maceió e se concentraram na Rua Melo Morais em frente ao Palácio República dos Palmares.

Antes do ato público, os agentes e escrivães participaram de uma assembleia geral na sede do Sindicato dos Bancários e decidiram paralisar as atividades por 72 horas a partir da próxima segunda-feira, 20.

A categoria reivindica reajuste do piso salarial, pagamento do adicional de periculosidade, serviço voluntário entre outros pontos.

O Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) informou que no ano passado, os sindicalistas participaram de  algumas reuniões com representantes da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), que se comprometeram em atender parte do pleito dos policiais. Contudo, a categoria descobriu que o Governo de Alagoas enviou à Assembleia Legislativa o projeto de serviço voluntário excluindo agentes e escrivães.

“A categoria foi surpreendida no final de dezembro, com o envio do projeto de serviço voluntário à Assembleia Legislativa, que contempla apenas os delegados, excluindo os agentes e escrivães de polícia. A categoria se sente traída com a atitude do Governo. Fica difícil negociar com um governo que não tem compromisso com os policiais civis”, disse o presidente do Sindpol, Ricardo Nazário.

 

 

 

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *