Acusado de invadir centro médico e fazer funcionária refém é posto em liberdade

O homem acusado de roubar um centro médico e fazer uma funcionária refém, no Centro de Arapiraca nessa segunda (13), já está em liberdade. A decisão foi expedida pela 8ª Vara Criminal de Arapiraca e contém medidas cautelares que substituem a privação de liberdade, pelo menos provisoriamente.

A justiça determinou que ele não frequentar os lugares onde cometeu os delitos e seja submetido à tratamento contra o vício das drogas, além de não se mudar ou sair da comarca por mais de oito dias sem autorização judicial, e permanecer em casa das 22h até as 5h.

No entanto, segundo informações do site Diário de Arapiraca, a assessoria de comunicação do projeto Anjos da Paz, para onde foi levado na manhã de hoje, informou que ele ele fugiu logo após passar pela triagem com os técnicos da unidade e da equipe da Polícia deixar o local.

A assessoria da clínica esclareceu que ele não é obrigado a permanecer no local porque o seu internamento é voluntário. A situação será comunicada à 52ª Delegacia de Polícia Civil de Arapiraca e à 8ª Vara de Justiça.

Contra ela pesam processos desde 2013 pelos mais variados crimes em Alagoas e Pernambuco. Ele foi reconhecido por testemunhas de vários estabelecimentos e a polícia investiga, inclusive, se ele teria participado de um estupro durante um dos assaltos.

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *