Polícia pede prisão de suspeito de assassinar mulher com requintes de crueldade em Alagoas

Delegado conta que a vítima foi encontrada com uma quantia em dinheiro na boca, seminua e com a cabeça separada do corpo.

A Palavra/Cortesia

Josy pode ter sido morta por ciúmes

Depois de revelar a principal linha de investigação sobre o caso da mulher decapitada em União dos Palmares, a Polícia pediu agora a prisão preventiva do principal suspeito do caso: o ex-companheiro de Maria Josy Pereira da Silva, de 41 anos.

O delegado interino de União dos Palmares, Edberg Sobral, disse que chegou ao suspeito após colher o depoimento de familiares da vítima e também de funcionários de um bar onde Josy esteve antes de ser morta.

Sobral também reiterou que tudo indica que a motivação para o crime foi passional. A vítima foi encontrada decapitada e seminua em uma estrada vicinal, na zona rural da cidade. Além disso, o delegado destaca que havia uma quantia em dinheiro em sua boca, o que indica o tamanho da raiva do criminoso. A polícia aguarda a prisão do suspeito para esclarecer de vez o caso.

Leia Mais:  Decapitada: Polícia acredita que crime foi motivado por ciúmes

Veja Mais

1 comentário

  • ademilson mendonça says:

    a que ponto chegou, a maldade HUMANA. Prática como no MUNDO antigo. juizes capitulo 19

    ( o levita e sua concubina)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *