PM acusado de matar padeiro em Cruz das Almas é denunciado por homicídio doloso

Jorge Farias/Alagoas24horas

Padeiro foi assassinado por policial militar em Cruz das Almas

O Ministério Público do Estado de Alagoas denunciou, por homicídio simples com dolo direto, o cabo PM Clevison de Almeida Teixeira, autor do disparo que matou o padeiro Marcos Firmino dos Santos, de 34 anos, em setembro de 2019, no bairro de Cruz das Almas, em Maceió. O militar trabalhava como segurança em um estabelecimento comercial e, por erro no manuseio de arma de fogo, acertou fatalmente a vítima que trafegava em sua motocicleta na região. O promotor de Justiça, Humberto Pimentel encaminhou a denúncia à 7ª Vara Criminal da Capital na quarta-feira (15).

A ação tem como base o inquérito policial que traz muitos depoimentos e a confissão do militar. “Foi esclarecida a autoria, inclusive com a confissão do próprio acusado. Embora o alvo não fosse o Marcos Firmino, isso não anula a intenção de matar. Ou seja, mesmo não sendo a vítima quem ele pretendia atingir, havia o propósito e isso não deixa a menor dúvida quanto ao cometimento de um homicídio doloso”, esclarece o promotor.

“De acordo com o apurado, os disparos foram efetuados de forma temerária. O primeiro foi deflagrado ainda durante o assalto, colocando em risco as pessoas que estavam no ponto de ônibus. Os outros quatro disparos foram efetuados quando os assaltantes já estavam em fuga”, enfatiza a denúncia.

Crime

O padeiro Marcos Firmino dos Santos foi atingido por um dos tiros disparados pelo cabo PM Clevison Teixeira, no dia 22 de setembro de 2019, ao trafegar de motocicleta pela Avenida Comendador Gustavo Paiva, em frente à Casa Vieira, no bairro Cruz das Almas, Maceió.

O denunciado tentava atingir dois indivíduos que estavam assaltando pessoas em um ponto de ônibus, no lado oposto ao estabelecimento comercial.

Veja Mais

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *