Médico Celso Tavares morre aos 67 anos

Ascom UfalInfectologista Celso Tavares

Infectologista Celso Tavares

Alagoas perdeu, neste domingo (10), o médico infectologista Celso Tavares, aos 67 anos. O cientista morreu em decorrência de complicações cardíacas. O sepultamento está previsto para as 18h de hoje, no Cemitério Parques das Flores, em Maceió.

Tavares tem relevantes serviços prestados à medicina alagoana atuando como professor da Universidade Federal, nas secretarias de Saúde do Estado e do Município e no Conselho Regional de Medicina.

Nota de pesar

É com extremo pesar que o Hospital Escola Dr. Helvio Auto (HEHA), unidade assistencial da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), recebe a notícia do falecimento do médico infectologista Celso Tavares.

Doutor em Ciências, Celso Tavares trabalhou durante anos no Hospital Escola Dr. Helvio Auto, acompanhando alunos nas enfermarias e avaliando casos. Como professor de Infectologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), acolhia alunos sem distinção.
.
Também foi vice-diretor do Hospital Escola Dr Helvio Auto, a convite do amigo e ex-diretor-geral do HEHA, Marcelo Constant. “Celso foi uma das pessoas mais inteligentes que já conheci, pois além de conhecimento, ele tinha uma sensatez invejável, muito ponderado e exímio conselheiro”, destacou, emocionado, o ex-diretor do HEHA, infectologista Marcelo Constant.

Já como assessor técnico da Sesau, Tavares contribuiu para estruturação e manutenção do Núcleo Hospitalar de Epidemiologia (NHE), do Hospital Helvio Auto, analisando e instruindo os servidores a respeito de alguns casos.

“Celso era inspirador como médico e pessoa, era um cientista do bem! Foi um grande conselheiro para todos nós, infectologistas alagoanos, e muito lutou por melhorias no Hospital Escola Helvio Auto e na nossa saúde pública. Ficará um grande vazio nos nossos corações”, ponderou a gerente médica do Hospital Helvio Auto, infectologista Luciana Pacheco.

Enviamos a toda família nossos votos de serenidade e força para enfrentar esta perda tão prematura.

Dr. Celso deixa um legado inestimável para a Infectologia alagoana. Professor nato, defensor da Saúde Pública e do SUS, foi um exemplo para todos os profissionais que lutam pelo bem-estar geral da população. 
Direção Geral do Hospital Escola Dr. Helvio Auto/Uncisal

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *