Acusado de matar companheira com golpes de capacete vai a júri nesta terça (17)

Réu Edilson Paulo dos Santos teria causado ferimentos na cabeça que causaram morte de Juliana Rodrigues da Silva; julgamento será realizado na Comarca de Penedo

Dicom / TJ-AL

Júri Popular

A 4ª Vara Criminal de Penedo leva a júri, nesta terça-feira (17), o réu Edilson Paulo dos Santos, acusado de matar sua companheira, Juliana Rodrigues da Silva, com golpes de capacete na cabeça em dezembro de 2015. A sessão terá início às 10h30, e será conduzida pelo titular da unidade, juiz Nelson Fernando de Medeiros Martins.

Segundo a denúncia do Ministério Público, Edilson chegou na casa de uma conhecida agredindo a companheira, causando os ferimentos que causaram a morte da mulher. Testemunhas afirmam que Edilson estava sob efeito de bebida alcoólica, e a motivação do crime teria sido ciúmes de Juliana.

Ainda segundo os depoimentos, quando bebia, o réu era agressivo com a companheira, que vivia com hematomas pelo corpo. Juliana sofreu as agressões na noite do dia 12, e foi encontrada no dia seguinte, sendo levada à UPA “toda defecada e urinada”, segundo parentes. A vítima ficou internada por 21 dias após o ocorrido.

O réu Edilson Paulo dos Santos será julgado pelo crime de feminicídio, já que o crime está relacionado a violência doméstica.

Matéria referente ao processo nº 0800067-89.2016.8.02.0049

Fonte: Dicom/ TJ-AL

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *