Governo autoriza pagamento a empresas que passaram por requisição administrativa

Há uma semana, insumos para prevenção do coronavírus foram requisitados em lojas de revendas de equipamentos médicos

Ascom PF/AL

O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, assinou, nesta sexta-feira (27), a ordem bancária autorizando os pagamentos às empresas de revenda de produtos hospitalares – Casa do Médico, Comac, Kamed, DEA Farma e APL Cárdio – que passaram pelos procedimentos de requisição administrativa adotados pelo Governo de Alagoas para contribuir com o enfrentamento ao novo coronavírus.

Leia Também: Secretaria de Saúde requisita insumos de empresas para combate ao coronavírus

O valor pago às empresas gira em torno de R$ 700 mil e foi autorizado pelo secretário em parcela única. O calendário do repasse legal dos recursos já foi anunciados aos empresários.

“Os empresários entenderam o quanto a requisição dos produtos hospitalares foi importante para o fortalecimento da rede hospitalar, que faz parte das medidas tomadas pelo Governo de Alagoas no combate à Covid19″, informou Alexandre Ayres.

Na lista de materiais requisitados pela Sesau estão máscaras cirúrgicas, luvas cirúrgicas, aventais cirúrgicos, lâminas para laringoscópio, eletrodos, estetoscópios, oxímetro de pulso, aparelhos de pressão, aventais cirúrgicos, lanternas clínicas, óculos para proteção individual, ressuscitador manual, umidificador, fluxômetro de oxigênio e ar comprimido, carro maca esmaltado, camas elétricas, mesas e mesas auxiliares, eletrocardiógrafos, aparelhos para pressão, entre outros.

“O Governo está atuando de maneira contínua para garantir as melhores condições de trabalho aos nossos profissionais de saúde, que estão engajados neste enfrentamento ao novo coronavírus, com os devidos Equipamentos de Proteção Individual [EPIs], equipando e fortalecendo novos leitos de UTI [Unidades de Tratamento Intensivo] para alocar a população alagoana que esteja infectada com a Covid-19”, voltou a destacar o secretário.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *