Vulcão que gerou tsunami em 2018 entra novamente em erupção

Localizado no estreito de Sunda entre as ilhas de Java e Sumatra — uma das regiões mais populosas da Indonésia —, o vulcão Krakatoa entrou em uma erupção neste sábado (11), após uma violenta explosão.

O fenômeno gerou uma coluna de cinzas que subiu a mais de 650 metros acima do nível do mar, segundo a CNN Indonésia.

Relatos na internet davam conta de que a explosão teria sido ouvida em Jacarta, capital do país, localizada a 125 quilômetros do vulcão. O serviço geológico do país, porém, negou que o estrondo ouvido tenha relação com a erupção.

Não há registro, até o momento, sobre danos estruturais ou mortes.

“A atividade vulcânica diminuiu e as pessoas são aconselhadas a não entrar em pânico”, disse o chefe do Centro Nacional de Gerenciamento de Desastres da Indonésia, Agus Wibowo, em comunicado divulgado no início do sábado.

Segundo o serviço geológico, não houve registro de terremotos significativos e a fumaça é composta basicamente de gás e vapor de água. “A erupção de material rochoso incandescente foi trazida à superfície com uma intensidade insignificante, muito menor do que na série de erupções no período de janeiro de 2018 a janeiro de 2019”.

Em 2018, atividade vulcânica na região gerou um tsunami que matou 281 pessoas e deixou mais de mil feridos nas ilhas vizinhas.

O Krakatoa teve, em 26 de agosto 1883, aquela é considerada uma das maiores erupções vulcânicas já registradas. Na ocasião, o mapa da região foi alterado (com o desaparecimento de áreas e surgimento da nova ilha Anak Krakatoa) e detritos foram lançados a até 100 km de altura.

O fenômeno foi relacionado a mudanças no clima de todo o planeta naquele ano e ao menos 36 mil pessoas morreram.

Fonte: CNN Brasil

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *