Colapso: Unidades de saúde suspendem atendimento em Coruripe

O deputado estadual Marcelo Beltrão (MDB) usou suas redes sociais neste sábado (16) para denunciar que o hospital particular da cidade, assim como a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) suspenderam o atendimento à população da cidade. Coruripe é reduto eleitoral da família Beltrão.

Beltrão reconhece que o hospital é particular, mas pede a mediação do secretário de  Estado da Saúde, Alexandre Ayres, no sentido de assegurar atendimento à população da cidade e da região. O deputado ainda cobra atuação mais efetiva do secretário do município e disse que encaminhou documento cobrando ações imediatas.

Redução do pessoal

O diretor da UPA de Coruripe, em entrevista a uma rádio local, confirmou que a unidade não tem mais estrutura para receber paciente que vai precisar de respirador. O gestor disse que precisou afastar, nesta sexta (15), as funcionárias grávidas e que conta com apenas um médico na unidade neste fim de semana.

Chicão, como é conhecido, diz ainda que o secretário de saúde prometeu uma estrutura paralela a partir da segunda (18), para realizar uma triagem do casos, e faz um apelo à população para não procurar a UPA de Coruripe, se for um “caso simples”.

“Não adianta chegar na UPA para tratar uma coisa simples, não vai ser atendida. Espero que a população entenda que estamos passando por um período muito difícil. Chegamos naquele estágio em que vamos ter dificuldade. Por favor, fique em casa”, desabafou o gestor.

 

Veja Mais

3 Comentários

  • Misael Farias says:

    Faltou o gestor explicar o que é “caso simples”. Está o mesmo orientando a população se auto medicar? Está insinuando que a população que procura a upa, faz por falta de shopping ou mesmo parque de diversão na cidade ou por falta de explicação plausível a população que procura o atendimento em um hospital que recebe verbas públicas para prestar o serviço e, prestar com qualidade.

    • Silvéria Nascimento says:

      Não. Está dizendo que não tem mais vaga. Está lotado. Sugiro que vá lá dar uma olhada no caos e estresse profissional, porque Coruripe e outros hospitais já não comportam mais alguém. Às vezes, a gente houve um “fique em casa, porque o sistema não dá conta de assistir a todos”, mas não entende. Agora, o pior, é que muitos vão começar a entender na pele o significado real disso.

  • Eliane de Sousa Nunes says:

    Eu gostaria de saber como as pessoas que necessitarem de um atendimento médico de urgência como irão fazer porque e o único hospital de referência em Coruripe e a UPA então me expliquem melhor as pessoas vão ficar só lado de fora do hospital passando mal por falta de atendimento?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *