Prefeitura de Belém implanta barreira sanitária e intensifica medidas contra coronavírus

As ações de combate ao novo coronavírus estão sendo ampliadas em Belém, na região Agreste de Alagoas. A cidade tem cerca de cinco mil habitantes, no entanto não há pessoas com diagnóstico positivo para a Covid-19. Até o momento foram identificados 18 casos suspeitos e, por isso, a Prefeitura decidiu intensificar o trabalho para coibir a proliferação. Nesta semana, três barreiras sanitárias foram implantadas na cidade, medida que tem controlado o acesso de visitantes e também monitorado os munícipes.

A titular da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Belém, Jenise Ferreira, explica que as barreiras funcionam nas entradas principais da cidade, além de uma no acesso ao povoado Barro Vermelho, que é um dos mais populosos. A gestora esclarece que o acesso de pedestres e veículos está sendo controlado das 06h às 22h, período em que agentes municipais fazem abordagens e somente permitem a entrada de moradores de Belém e de prestadores dos serviços essenciais vindos de cidades vizinhas.

“Nossas equipes estão nos locais para abordar todos que chegam a Belém. Estão sendo preenchidos formulários com a identificação daqueles que apresentarem sintomas gripais, que recebem orientações sobre o atendimento ofertado no Posto de Saúde Municipal. Em relação a pessoas de outras cidades, somente está sendo permitida a entrada dos que forem prestadores de serviços essenciais, a exemplo de alimentação e bancários. Nestes casos, se houver sintoma gripal, será recomendado o retorno para a sua cidade de origem, onde deve procurar a unidade de saúde mais próxima”, explicou Jenise Ferreira.

De acordo com a secretária, as barreiras serão mantidas até que se prolongue o período de pandemia. Sobre os números em relação à proliferação do novo coronavírus, a titular da SMS reiterou que não há casos confirmados. Estão contabilizados 01 óbito suspeito, 18 casos suspeitos, 07 casos descartados e 38 casos monitorados, que são de pessoas vindas de outras cidades. “Assim que há a ciência sobre a presença de visitantes de pessoas de fora de Belém, a nossa equipe realiza uma visita para acompanhar o estado de saúde e esta pessoa assina um termo de compromisso, devendo permanecer em isolamento por 14 dias”, completou Ferreira.

Além das barreiras sanitárias, a Prefeitura de Belém, por meio da SMS, está realizando a desinfecção de áreas públicas e controlando o fluxo de pessoas onde normalmente há aglomeração, a exemplo das casas lotéricas e unidades bancárias. Nestes locais foram instaladas tendas com a presença de agentes de saúde para orientar a população e garantir o distanciamento, com cadeiras com espaçamento adequado.

Outra medida é o acompanhamento das pessoas classificadas no grupo de risco, com atenção especial aos hipertensos e diabéticos idosos, acamados ou com dificuldade de locomoção. Nestes casos, os agentes estão realizando visitas periódicas para a entrega de medicamentos e há também um acompanhamento da equipe médica, que, se necessário, estará de prontidão para o atendimento emergencial.

Fonte: Assessoria

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *