Felipe Melo diz que Flamengo é o time a ser batido em 2020, mas garante: “Não assusta. Somos o Palmeiras”

Reprodução / Instagram

Depois de receber Rafinha na semana passada, Benjamin Back prepara mais um Aqui com Benja especial. Neste sábado, às 23h30, o convidado será Felipe Melo, que, como sempre, não ficou em cima do muro.

Em um trecho que foi ao ar no FOX Sports Rádio desta sexta-feira, ele foi questionado sobre a potência do Flamengo, campeão do Brasileirão e da Conmebol Libertadores em 2019. Sincero, o zagueiro do Palmeiras afirmou que os cariocas seguem candidatos a todos os títulos nesta temporada, mas deixou claro que não se assusta com Jorge Jesus e companhia.

Benja: “Flamengo é o time a ser batido?”

Felipe Melo: “Claro, sem dúvida”

Benja: “Assusta?”

“Não. Não assusta não. Não tem que falar muito mais. Não assusta. Time a ser batido, tem um grande elenco, futebol lindo, está ganhando tudo que tem disputado, mas não assusta. Nós somos Palmeiras. Assim como vamos jogar contra o Corinthians, contra o São Paulo, a gente vai ter a mesma precaução, vamos treinar da mesma maneira entendendo que são grandes clubes, grandes elencos”, explicou o Pitbull.

Criado no time carioca, Felipe Melo nunca escondeu a paixão pelo Rubro-Negro. No entanto, o jogador deixou claro que atualmente a situação é diferente. Além disso, se declarou ao Palmeiras, clube que defende desde 2017.

“Já foi, hoje não mais. Quando eu voltei para o Brasil, não tinha o amor que eu tenho hoje pelo Palmeiras. Então, quando você vai jogar contra o seu ex-time, o time que te revelou, não que eu não tenha um carinho pelo Flamengo, eu não vou me tornar ídolo do Palmeiras porque eu falo mal do Flamengo. Eu vou me tornar ídolo do Palmeiras pelo que eu faço dentro de campo, pelos títulos conquistados. Eu jamais vou cuspir no prato que eu comi. O Flamengo foi o clube que abriu a porta para mim, que me revelou. Foi o início de tudo. Sempre terei carinho pelo clube que me revelou, isso é óbvio. Mas eu amo o Palmeiras, então eu amando o clube que eu jogo, que me abraçou de uma maneira incrível, quando eu jogo contra o Flamengo, é como se tivesse jogando um outro clássico como é contra o Corinthians, contra o São Paulo, contra o Santos”, finalizou.

Fonte: FOX Sports

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *