Familiares de reeducandos bloqueiam BR 104 em protesto

Protesto de familiares de reeducandos – Cortesia

Familiares de reeducandos voltaram a protestar em frente ao sistema prisional de Alagoas para pedir a retomada das visitas, suspensas desde o início da pandemia pelo novo coronavírus.

Um grupo bloqueou os dois sentidos da rodovia BR 104, causando congestionamento na via. Nos cartazes, os familiares afirmam que estão há cinco meses sem visitas e sem notícias dos reeducandos.

Os familiares também pleiteiam o direito de enviar alimentação extra para os detentos. No entanto, a Seris (Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social) já havia explicado que as medidas de isolamento são uma forma de resguardar a vida dos presos e de seus familiares.

Os familiares podem entrar em contato com os detentos por meio do serviço social do sistema prisional. Confira:

Presídio Baldomero Cavalcanti: 3315-1055 / Presídio Cyridião Durval e Silva: 3315-3770 / Núcleo Ressocializador da Capital: 3315-1024 / Casa de Custódia da Capital: 3315-1092 / Centro Psiquiátrico Judiciário: 3315-8471 / Presídio Feminino Santa Luzia: 3342-1898 / Penitenciária de Segurança Máxima: 3315-7908 / Presídio de Segurança Máxima: 3315-1761.

Já no Presídio do Agreste, em Girau do Ponciano, as equipes têm realizado telefonemas para os familiares com a presença dos reeducandos. O contato também pode ser feito pelo email socialpa01@gmail.com.

OAB negocia

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB-AL), por meio da Comissão de Direitos Humanos, está mediando as negociações entre os familiares dos reeducandos do Sistema Prisional de Maceió e o Gerenciamento de Crises da Polícia Militar, com finalidade de chegar a um acordo e a rodovia BR-104 seja liberada.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *