Assassino de menina de 6 anos era amigo da família e ajudou nas buscas

No município de Maravilha não se fala em outra coisa. Dificilmente os moradores da pacata cidade, localizada no Sertão de Alagoas, vão esquecer o dia em que a polícia foi chamada para procurar uma menina de 6 anos que estava desaparecida e a encontrou morta, dentro de um saco plástico, no telhado de uma residência, na rua José Rodrigues Limeira, no Centro do município.

A Polícia Militar, através de sua assessoria, reiterou na tarde desta quinta-feira, 6, que Ana Beatriz foi estuprada antes de ser morta. Os militares receberam informações sobre a residência onde a garotinha poderia estar e realizaram uma busca domiciliar. A localização do corpo foi um choque até para os policiais.

A menina morava com os seus pais, na rua Ernesto Soares Agra, também no Centro da cidade, e tinha outros seis irmãos. Ela estudava em uma creche do município. Antes do crime, ela foi vista brincando na rua com amigos, como era de costume.

Desaparecimento

De acordo com informações de um morador que não quis se identificar, o criminoso era amigo da família e na madrugada do ocorrido estavam todos reunidos, confraternizando. Ele disse também que o criminoso pegou a criança em uma esquina na rua onde mora, em seguida a levou para sua casa. A família começou a sentir falta da garotinha somente hoje pela manhã e mobilizou conhecidos nas buscas por Ana Beatriz.

“Ele inclusive veio procurar também”, relata o morador ao Alagoas24Horas. As buscas tiveram um novo rumo quando um cidadão relatou ter visto vítima e acusado juntos. Apesar de ter negado o crime, a família insistiu que a polícia fosse até sua residência, considerando que este já respondeu pelo crime de homicídio.

Prisão e tentativa de justiçamento

Enquanto a polícia realizava a prisão em flagrante do acusado, dono do imóvel, a população cercava a residência na tentativa de fazer justiçamento, conforme noticiou o Alagoas24Horas, na manhã de hoje. Foi difícil conter a multidão revoltada, como mostram as imagens registradas no local.

Foi necessário acionar diversos batalhões para conter a fúria da população: supervisão do  7º BPM, GPM de Maravilha, GPM de Poço das Trincheiras, guarnição do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) de Ouro Branco, Radiopatrulha e o Pelotão de Operações Policiais Especiais (Pelopes). O momento mais tenso, conforme relato dos militares, foi quando o acusado deixou o imóvel para entrar na viatura. Veja imagens abaixo:

O acusado foi encaminhado à 2ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), em Santana do Ipanema, para a realização dos procedimentos cabíveis. A PM também acionou equipes da Polícia Civil, do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto Médico Legal (IML) para que tomassem as medidas necessárias quanto ao caso.

Nas redes sociais comoção e revolta. Moradores estão usando a hashtag #justiçapelaBia para pedir que as autoridades deem ao acusado a pena que merece pelo crime cometido.

“Agosto de 2020, o sorriso da Bia foi interrompido por um grito de socorro que não foi ouvido, a madrugada fria que era para ela estar em sua casa agasalhada, ela foi morta e estuprada”, relata Caroline Rebeca, moradora do município.

Veja Mais

6 Comentários

  • Observador says:

    Enquanto não se adotar nesse País, uma Punição pesadíssima contra certos tipos de crimes, não vai haver nunca, redução no índice de criminalidade! Só deixo uma pergunta : “uma besta fera” dessa” têm mais jeito? Têm não! No dia em que for solto, vai cometer outra atrocidade! Têm um velho ditado que diz : “pau que nasce torto, não têm jeito, morre torto”!

  • Gleice says:

    Os pais também são culpados. Cadeia para todos.

    • V.r says:

      Por favor parem de tirar a culpa de quem realmente é culpado. Pelo amor de Deus quem em sã consciência imaginária que isso poderia acontecer? Principalmente em nossa cidade onde tudo sempre foi muito calmo. Julguem menos.

  • Com certeza a Maria do Rosário vai estar lá pra defender ele igual ela fez com o champinha lembra 😒😒 reze pra a próxima vítima não ser a sua filha ou sobrinha porque com essas leis que só beneficia bandido 😴😴😴

  • Justiça says:

    A família também tem culpa de botar mal elemento dentro de casa.

  • Janine says:

    Todo mundo fica julgando os pais por essa fatalidade as vezes e quem menos a gente espera as vezes ate mesmo um familiar ninguem tem letreiro na testa dizendo quem e certo eles poderiam ter tido mais cuidado ainda mais no tempo que estamos vivendo ninguem e de confianca temos que estar sempre atentos com todos padastros infelizmente ate mesmo os propios pais tios avos em geral deus conforte o coracao dos familiares.todos estamos sofrendo ate mesmo nos que nao conhecemos a familia nem conhecemos a menina enfelizmente . a justica brasileira tambem e culpada porque poderiam colocar uma lei mais rigida nesse pais se fosse
    Com a filha de uma altoridade duvidava ele nao fazer vista grossa pra populacao da um jeito nesse mostro pq nao pode chamar um lixo desse de ser humano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *