É libertador saber como vai acabar o universo, diz astrônoma

Em seu livro 'O Fim de Tudo', a cosmóloga Katie Mack afirma estar ciente de como tudo terminará e diz que isso a liberta.

Buracos negros fizeram Mack se interessar pelo universo — Foto: JPL CALTECH-NASA/ BBC

Expressões como “morte térmica”, “grande implosão”, “decomposição à vácuo” não parecem muito animadoras. E realmente não são.

Elas descrevem algumas das teorias apresentadas pelos cientistas sobre como o universo um dia morrerá.

No entanto, quando a cosmóloga Katie Mack pensa sobre o fim de tudo, ela sente uma paz profunda.

“Há algo em aceitar a transitoriedade da existência que te liberta um pouco”, disse ela à BBC.

Compartilhar o terror

Mack ainda se lembra vivamente da primeira vez em que teve consciência de que o universo poderia acabar a qualquer momento: ela estava com um professor e colegas de classe na universidade.

Fonte: G1

Veja Mais

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *