Samu AL registra em julho queda de 34% nos atendimentos a pacientes de Covi-19

João Vitor Barroso

Socorristas do Samu Alagoas atuam com todos os EPIs necessários durante atendimento a pacientes da Covid-19

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Alagoas registrou, no mês passado, uma redução de 34,52% nos atendimentos a pacientes com suspeita ou confirmação da Covid-19, quando comparado ao mês anterior. Isso porque, enquanto em junho foram registrados 1.315 chamados, em julho o número caiu para 861 ocorrências, o que representa 454 notificações a menos.

O balanço mensal foi divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) nesta quarta-feira (12) e revela, ainda, que entre março e julho, o Samu prestou assistência a 3.731 pacientes de Covid-19. Os chamados foram feitos pelo telefone 192 e recebidos pelas duas Centrais de Regulação, localizadas em Maceió e Arapiraca.

Para Josileide Costa, supervisora do Samu Alagoas, a diminuição de ocorrências feitas pelo Samu comprova que o Governo do Estado tem atuado de maneira eficiente nas ações de combate ao novo coronavírus. “A estruturação feita pela Sesau, durante a pandemia da Covid-19, garantiu um atendimento de qualidade aos alagoanos que buscaram os serviços públicos de saúde. Os hospitais inaugurados garantiram um trabalho mais efetivo do Samu, assegurando a existência de vagas para os pacientes transportados por nossos socorristas”, destacou.

Dados 2020

As Centrais de Regulação liberaram as ambulâncias, motolâncias e o Samu Aeromédico para um total de 32.971 ocorrências entre os meses de janeiro e julho. Desse total, foram 3.731 ocorrências atendidas pelos socorristas para os casos de Covid-19, o que representa 11,31% de todos os atendimentos feitos nos primeiros sete meses deste ano.

Fonte: Ascom Sesau

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *